sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Exclusivo: Entrevista inédita com o jornalista Carlos Mendes, que investigou UFOs na Amazônia

Por A. J. Gevaerd

Mendes, que cobriu o fenômeno chupa-chupa, em plena época da ditadura militar, discorre sobre as recentes declarações de Fernando Costa ao Fantástico

"Ora, achei sem sentido sua história, de que o pai entregaria a ele algo tão sério quanto a revelação dos negativos da missão militar na selva, justamente uma operação ultra-secreta que tinha a NASA, a CIA e as Forças Armadas brasileiras muito envolvidas. Não era apenas a Força Aérea Brasileira (FAB) que tinha interesse em manter os resultados da Operação Prato sob sigilo, mas também a NASA e a CIA. Como o próprio rapaz dizia que fazia isso para sacanear o pai, não há nada de sério que possa ser interpretado. Tudo não passou de brincadeira. E se foi brincadeira, não pode ser levado a sério." (Carlos A. S. Mendes, jornalista investigativo)
Mendes-1.jpg
Experiente, Carlos A. S. Mendes contou que também foi procurado por Costa, mas descartou de imediato alguma veracidade em sua estória
De todos os jornalistas que investigaram e fizeram reportagens sobre o chupa-chupa e a Operação Prato, ocorrida na Amazônia em 1977, um tem um repertório especialmente rico para contar. Trata-se do paraense Carlos Augusto Serra Mendes, que na época trabalhava no extinto jornal O Estado do Pará e foi incumbido de fazer a cobertura de inúmeros casos de avistamentos de UFOs e ataques a pessoas em Colares, Baía do Sol, Santo Antônio do Tauá e demais áreas da região nordeste do estado. Mendes não teve nenhum avistamento nem contato com os objetos voadores não identificados que lá operavam, mas é uma das pessoas que mais conheceu toda a situação que se abateu sobre o Pará. “Eles nunca apareciam onde eu estava. Às vezes eu ia a uma localidade onde, durante semanas, os fenômenos estavam ativos. Mas era só eu chegar e parava tudo”, declarou.
Ele concedeu uma entrevista à UFO há alguns anos, que nunca foi publicada por ter a revista veiculado matérias anteriores sobre o assunto, achando desnecessário voltar a ele. Nela Mendes mostrou novamente ser um “acervo humano” de tudo o que se refere a UFOs na Amazônia, em especial a Operação Prato, por ter convivido com alguns de seus integrantes. Ainda jovem jornalista durante a ditadura, sofreu forte pressão dos militares para que arrefecesse a publicação de suas matérias sobre o chupa-chupa. Era constantemente seguido quando ia às áreas atacadas e mesmo em Belém, enquanto fazia a cobertura de fatos que nada tinham a ver com Ufologia. “Eles sabiam quem eu era e me acompanhavam o tempo todo”. Mendes teve muitos diálogos com o comandante da operação, o então capitão Uyrangê Hollanda, depois coronel, e o descreve como um homem forte e opressor, determinado e ditador, uma imagem bem diferente da que apresentam outros de seus contemporâneos. “O capitão era um homem muito difícil, praticamente inacessível e inabordável”.
Recentemente, por intermédio da UFO, Mendes tomou conhecimento da entrevista concedida por Fernando Costa, filho do falecido sargento Flávio Costa, a um site cético, na qual tentou colocar sob suspeita alguns dos resultados obtidos na Operação Prato, como as fotos obtidas. Como se sabe, embora sem que se conheçam os motivos, o programa Fantástico, da Rede Globo, de 15 de agosto, tentou atacar o Operação Prato com a assessoria das pessoas que teriam entrevistado Fernando. O Fantástico, no entanto, contrariando o bom jornalismo, não entrevistou diretamente Fernando, apenas baseou-se no que o site alegava que ele teria dito. E pior, não consultou nenhum ufólogo que verdadeiramente conheça a Operação Prato para desmentir o rapaz, cuja história é extremamente fraca, como se verá nesta entrevista. Enfim, a verdade vem à tona e mostra que, por trás das aludidas "revelações" do tal site cético, há nada além de uma falácia, já devidamente desmontada anteriormente pela Revista UFO, em sua edição 155, no artigo Mais uma falácia cética é desmontada.
O sargento Costa, pai de Fernando, como se sabe, era o assessor direto e subordinado de Hollanda em todas as ações militares na selva, e era quem preenchia os relatórios das missões de investigação e vigílias ufológicas. Sua assinatura [De Flávio Costa, obviamente] aparece em muitas páginas dos documentos da operação, resgatadas pelos ufólogos. Na época, Fernando era adolescente e, na entrevista que concedeu, disse que seu pai o obrigava a revelar fotos que os militares tinham obtido dos UFOs durante as missões, num laboratório improvisado na casa da família. Alegou que resolveu fazer “brincadeiras” e “sacanagens” com o pai, manipulando os negativos para forjar discos voadores nas fotos que revelava.
As declarações de Fernando Costa foram muito mal recebidas pela Comunidade Ufológica Brasileira, em especial pelos integrantes da Revista UFO, que estão à frente de boa parte de todas as investigações e revelações que já se fez no país sobre a Operação Prato. É simplesmente incabível que um integrante da equipe de militares e especialistas da Força Aérea Brasileira (FAB) fosse entregar a um adolescente uma tarefa tão importante quanto a revelação das fotos de discos voadores obtidas durante a operação. Afinal, eram evidências concretas da ação de forças alienígenas em operação no Pará, conseguidas por um grupo militar em missão oficial para investigá-las, documentá-las, e que, no processo, contou com a ajuda de integrantes da Força Aérea Norte-Americana (USAF), da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), do temido Serviço Nacional de Informações (SNI) - órgão repressor da época da ditadura - etc. Vejamos as declarações de Carlos Augusto Serra Mendes sobre a entrevista e as alegações de Fernando Costa:

Acesse a entrevista completa, imagens e todas as informações. Portal da Ufologia Brasileira, link: http://www.ufo.com.br/noticias/exclusivo-entrevista-inedita-com-o-jornalista-carlos-mendes-que-investigou-ufos-na-amazonia

Imagem/www.ufo.com.br  

Agradecimentos a:  Paulo R. Poian.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo