quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Fiocruz inaugura borboletário com espécies do continente americano


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) inaugurou, nesta terça-feira (31), o "Jardim das Borboletas", um lugar ornamentado por plantas e interatividade, protegido por rede e habitado por quatro espécies de borboletas. O borboletário foi instalado no campus de Manguinhos, no subúrbio do Rio, próximo à Avenida Brasil.

O projeto apresenta espécies do continente americano. Com 84m² de área, o visitante vai conhecer as espécies Olho-de-coruja (Caligo illioneus), Ponto-de-laranja (Anteos menippe) e Ponto-de-laranja (Anteos menippe) e Borboleta-Brancão (Ascia monuste).
A visitação é gratuita. Ao entrar no borboletário, o visitante aprende dicas para lidar com insetos tão delicados como as borboletas. Depois de um tempo, as espécies relaxam, e até pousam na gente. As borboletas são muito bem tratadas. Por toda parte, frutas, água especial e plantas - as preferidas delas.

Trilha sinalizada
Nessa aventura pelo conhecimento, a partir do universo do inseto, o já tradicional circuito de visitação do Museu da Vida (Centro de Recepção, Parque da Ciência, Ciência em Cena, Biodescoberta e Passado e Presente), inclui uma trilha sinalizada pela área verde da instituição. E monitores treinados sobre as características da borboleta ajudarão na observação do meio ambiente e da diversidade da fauna e flora local.

O borboletário funciona de terça a sexta-feira, de 9h às 16h30, e aos sábados, de 10h às 16h.

 
blogdoaleitalia 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo