quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Região de L'Aquila sofre 3 abalos sísmicos durante a noite

Roma, 1 set (EFE).- A atividade sísmica na província de L'Aquila, devastada pelo terremoto que sacudiu em abril do ano passado a região dos Abruzos (centro da Itália), e que voltou a assustar nos últimos dias, continuou durante a noite com outros três terremotos.

O instituto italiano de geofísica e vulcanologia registrou três novos tremores durante a noite, com epicentro nos Montes Reatini, na província de L'Aquila, o mais forte dos quais teve uma magnitude de 2,8 na escala Richter.

O reatamento da atividade sísmica obrigou o prefeito de L'Aquila, Massimo Cialente, a fechar o centro da cidade durante 48 horas como medida preventiva.

Também foram suspensas as obras de recuperação dos edifícios históricos afetados pelo terremoto do ano passado.

O responsável pela administração dos Abruzos, Gianni Chiodi, se reuniu na terça-feira com os responsáveis da Defesa Civil, que permanece ativada perante qualquer eventualidade.

Embora até agora não haja pessoas feridas nem danos materiais, os tremores semearam pânico entre a população, e muitos cidadãos passaram a noite fora de casa. Vários dormiram em seus carros.

Em 6 de abril de 2009, os Abruzos e particularmente a cidade de L'Aquila foram atingidos por um terremoto de magnitude 5,8 que causou 299 mortes e deixou milhares de desabrigados.

O terremoto foi precedido por vários dias de intensa atividade sísmica que, segundo os especialistas, foram subvalorizados.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo