quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Fhemig completa 33 anos de atendimento

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), maior fundação pública hospitalar da América Latina, completou 33 anos de existência no último dia 03 de outubro. A Rede conta com aproximadamente 14 mil servidores e possui três mil leitos em todo o Estado.  

Os hospitais da Fhemig oferecem atendimento de excelência nas urgências e emergências clínicas e cirúrgicas, ao politraumatizado grave, ao grande queimado, toxicologia, em cirurgias de mão e buco-maxilo facial, tisiologia e pneumologia, entre outras. Além disso, é referência no Estado para atendimento à tuberculose, ao soropositivo, a doenças infecto-contagiosas da infância, em reabilitação e cuidado ao idoso e cirurgias pediátricas.  

A Fundação realiza por ano quase 65 mil internações, cerca de 4 milhões de exames complementares e aproximadamente 780 mil consultas médicas de urgência e programadas. A Rede conta, ainda, com três unidades certificadas como hospitais de ensino pelos ministérios da Saúde e da Educação: os hospitais João XXIII, Infantil João Paulo II e Instituto Raul Soares.  Além disso, a Maternidade Odete Valadares e o Hospital Júlia Kubitschek também estão em processo de certificação como hospitais de ensino.

A Fhemig é o maior centro formador de profissionais de saúde do País e a maior mantenedora de Residência Médica no Estado. São 47 programas desenvolvidos. Oferece também estágios profissionais e desenvolve ações na área de pesquisa médica e científica.

A Rede

A história da Fhemig começou em 1977, com a fusão de três fundações públicas: Feamur (de urgência), Feap (de psiquiatria) e Feal (de hanseníase). Hoje, a Rede administra 22 unidades de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), localizadas em Belo Horizonte, região metropolitana e interior do Estado, formando seis complexos especializados: Complexo de Urgência e Emergência, que engloba os hospitais João XXIII, Infantil João Paulo II, Ortopédico Galba Veloso, Maria Amélia Lins e Cristiano Machado, este último na cidade de Sabará; o Complexo de Hospitais Gerais, formado pelos hospitais Julia Kubitschek, Regional Antônio Dias, na cidade de Patos de Minas, Regional João Penido, em Juiz de Fora e Regional de Barbacena; o Complexo de Especialidades, composto pela Maternidade Odete Valadares e os hospitais Eduardo de Menezes e Alberto Cavalcanti; o Complexo de Saúde Mental, que possui cinco unidades (Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena, Centro Mineiro de Toxicomania, Centro Psíquico da Adolescência e da Infância, Hospital Galba Velloso e Instituto Raul Soares); Complexo de Reabilitação e Cuidado ao Idoso, que engloba as unidades Casa de Saúde Padre Damião, na cidade de Ubá, a Casa de Saúde Santa Fé, na cidade de Três Corações, Casa de Saúde Santa Izabel, em Betim e Casa de Saúde São Francisco de Assis, em Bambuí.

A rede conta ainda com o Complexo MG Transplantes, responsável por coordenar a política de transplantes de órgãos e tecidos no Estado.
 

1 Comentário:

Ministério disse...

Olá, blogueiro (a),
Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.
Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.
Acesse www.doevida.com.br e saiba mais.
Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo