quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Alexander Zaitsev: O Paradoxo de SETI

A transmissão de mensagens interestelares é de suma importância para estabelecer contato com outras civilizações. Ainda não fazemos isto
O cientista russo Zaitsev também é consultor da Revista UFO
Por Alexander Zaitsev

Surdos, mudos e de braços cruzados

Duas tendências opostas coexistem paradoxalmente na consciência terrestre: a insistente busca de sinais inteligentes de outras civilizações [Search for Extraterrestrial Intelligence, SETI] e a persistente aversão a qualquer esforço por transmitir tais sinais da Terra para prováveis seres inteligentes. Caso sejam típicas em todo o universo, tais manifestações fariam da busca de outras civilizações algo totalmente sem sentido.

Na Internet, a combinação de palavras "paradoxo de SETI" retorna dois grupos de resultados inter-relacionados, SETI e Paradoxo de Fermi. Aqui, nos enfocaremos no Paradoxo de SETI [Traduzido ao português, clique aqui], a incompreensível esperança de encontrar alienígenas enquanto permanecemos quase absolutamente em silêncio. No entanto, nada mais que objetos naturais podem ser encontrados em um universo onde haja somente buscadores e nenhum remetente.

Dos três componentes da tríade clássica - universo, vida, mente - que Shklovskii (1962) introduziu no uso científico e público, não podemos afirmar quase nada sobre a mente e sua possível diversidade ou, pelo contrário, igualdade. Só conseguimos formular diferentes hipóteses, como, por exemplo, a de Arthur C. Clarke, que disse: "É quase evidente que a inteligência biológica é uma forma simples. Nós estamos na fase temporã da evolução da inteligência, mas na última etapa da evolução da vida. É improvável estar vivendo a verdadeira inteligência."

A consciência planetária da Terra bem pode ser única e, assim, a de cada civilização extraterrestre e, todas, em suas maduras manifestações globais - internas e externas -, sombriamente monótonas, este mesmo fato explicaria o "Grande Silêncio". Uma atitude unicamente passiva/receptiva para o cosmos seja, quiçá, característica de todos e não só nossa (todos tentam receber e ninguém está disposto a dar).

Nós sugerimos introduzir, além dos termos comuns, tais como ETI [Extraterrestrial Intelligence, Inteligência Extraterrestre] e SETI (Busca de ETI), um novo termo, METI [Traduzido ao português, clique aqui] (Mensagens a ETI), que utilizamos para assinalar fundamentalmente um novo tipo de atividade humana: a transmissão de mensagens a seres inteligentes.

Alguns podem sustentar que o SETI seria também um novo tipo de atividade. Certamente é novo, mas não fundamentalmente novo, a humanidade tem estado olhando sempre o céu com a esperança de encontrar algo ali. E quanto a transmitir a uma provável ETI e fazê-la com determinação, este tipo de atividade se encontra ainda em suas primeiras etapas (Zaitsev, Chafer, Braastad, 2005) e não está, de jeito nenhum, absolutamente claro se tem algum futuro.

Shvartsman escreve em seu artigo, já clássico, Search for Extraterrestrial Civilization - A Problem of Astrophysics or of the Entire Culture? [Busca por Civilização Extraterrestre - Um Problema da Astrofísica ou Cultural?, 1986]: "Não sabemos por que as transmissões devem ser feitas" e "A ciência é uma atividade dirigida a adquirir novo conhecimento sobre o mundo. No entanto, as mensagens interestelares não implicam de jeito nenhum a obtenção de novo conhecimento para os que os transmitem (a mensagem e a resposta estão separadas por vários milhares de anos)."

Efetivamente, por que necessitaríamos transmitir uma mensagem a outros? Está mais ou menos claro porque devemos buscar as mensagens de terceiros. Mas por que transmitir? Para que? De fato, Shvartsman assinalou que isto não nos dará nenhum novo conhecimento. Devemos tentar entender "por que devem ser feitas estas transmissões", por nós ou pelas ETIs.

Universalidade da consciência? ...
 
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo