segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Glicemias Online - Site facilita controle e pesquisa sobre diabetes

Quem tem diabetes sabe o quanto é importante controlar diariamente a variação da glicemia (concentração de açúcar no sangue), o que nem sempre é uma tarefa simples. Para facilitar a vida do paciente nesse sentido, está disponível na internet, desde março deste ano, o site Glicemias Online (www.glicemiasonline.com.br).

DIÁRIO VIRTUAL

O sistema on line é totalmente gratuito e permite que o diabético mantenha uma espécie de diário para acompanhar a doença. Lá, ele pode anotar todas as suas medições de glicemia, administrações de insulina ou hipoglicemiante oral, exames de hemoglobina glicada, entre outros. As informações podem ser visualizadas na forma tabelas, gráficos e estatísticas.

A ideia de criar a ferramenta, única no Brasil, partiu das necessidades sentidas na pele por um de seus fundadores, diabético tipo 1 há 10 anos. "Antes, precisava anotar tudo no papel para levar às consultas médicas. Vivia esquecendo, perdendo ou sujando as anotações", relata o idealizador do site, Rafael Apocalypse.

Para tornar o processo ainda mais fácil, o programa permite que as anotações sejam feitas através do próprio sistema on line, pelo navegador web de smartphones ou ainda por SMS, no qual basta o paciente enviar uma mensagem de seu celular com o valor de sua glicemia ou com a quantidade de medicamento para um dos números do Glicemias Online, e a anotação será cadastrada automaticamente.

No início deste mês, o site ganhou sua versão final e, com ela, algumas novidades. Ele passou a contar com um novo sistema de estatísticas e gráficos melhores, além de uma nova funcionalidade. "Agora existe também a possibilidade de o paciente cadastrar o consumo de carboidrato", explica Apocalypse.

Segundo o criador da proposta, além do armazenamento de informações, o sistema é uma forma de facilitar o entendimento do paciente sobre a doença e as reações do organismo através do material gráfico elaborado. No entanto, isso não significa que a ajuda especializada deva ser descartada. "A intenção não é que o paciente tenha autonomia sobre seu tratamento, ele não deve dispensar o médico", ressalva Apocalypse. "O que acontece é que, com o site, a pessoa dispõe de mais informações para fazer questionamentos na hora da consulta."

Hoje, estima-se que cerca de 170 pessoas estejam cadastradas no serviço. Os médicos ainda não contam com um acesso exclusivo, mas podem compartilhar a senha dos pacientes ou apenas visualizar as informações, tanto impressas como em arquivos PDFs enviados por e-mail.

De acordo com Apocalypse, os profissionais da saúde têm apoiado a iniciativa. "Temos conversado com alguns médicos, e o retorno é sempre positivo. Eles gostam e passam a usar e indicar o site", assegura.
 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo