quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Pedido de renúncia de Fini é inconstitucional

Gianfranco Fini(arquivo virtual)

Italo Bocchino, chefe do grupo de deputados do partido Futuro e Liberdade para a Itália (FLI), declarou  que a pretensão do premier Silvio Berlusconi e de seu aliado da Liga Norte, Umberto Bossi, de pedir ao chefe de Estado Giorgio Napolitano a renúncia do presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, "é inconstitucional".

O FLI, fundado há pouco mais de um mês após a expulsão de Fini do Povo da Liberdade (PDL, do governo), respondeu em uma nota assinada por Bocchino ao chefe de governo e a Bossi, que sua solicitação "viola o princípio da separação dos poderes, é instrumental, irritual e impossível de ser aceita".

"A decisão de Berlusconi e do ministro para las Reformas (Bossi) de pedir formalmente a demissão de Fini é politicamente inaceitável e muito grave sob o perfil institucional, violando o principio constitucional da separação dos poderes", disse.

Berlusconi e Bossi concordaram na noite desta segunda-feira (6) em pedir ao presidente Napolitano a renúncia de seu ex-aliado (Fini) como presidente da Câmara dos Deputados.

"As declarações do deputado Fini foram consideradas inaceitáveis por unanimidade", disse o comunicado emitido após a reunião entre Berlusconi e Bossi que se realizou em Arcore, a residência privada do premier perto de Milão, no norte da Itália.

No domingo (5), Fini falou publicamente pela primeira vez desde que deixou a aliança governista e, ao mesmo tempo em que defendeu o apoio ao governo do premier, também disse que o PDL (partido que criou junto com Berlusconi) "já não existe mais".

De acordo com o comunicado divulgado por Berlusconi e Bossi, "suas palavras demonstram claramente que Fini desempenha um papel hostil às forças de maioria e de governo, o que é incompatível com o cargo que ocupa".

Nos próximos dias, o premier e Bossi "pedirão uma reunião com Giorgio Napolitano para apresentar a grave situação, que ameaça o funcionamento das instituições".

Até agora não chegou ao palácio do Quirinal (sede da presidência italiana) nenhum pedido para receber Berlusconi e Bossi.
 
www.ansa.it/www.italianos.it

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo