quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Oceanos subterrâneos causaram o dilúvio global nos tempos de Noé

Os cientistas descobriram que há oceanos escondidos no fundo do planeta. As grandes massas de água estão localizadas a uma profundidade de mais de 1.000 km abaixo da superfície da Terra. 

 

A história da Inundação é uma história bíblica sobre o dilúvio universal, como registrado em Gênesis. Algumas pessoas a consideram como um mito. No entanto, muitos cientistas acreditam que o Dilúvio ocorreu . 

Cientistas apontam numerosos vestígios da inundação ainda existentes em várias partes do globo. Eles também acreditam que os lagos de água salgada espalhados por milhares de quilômetros de distância de um  litoral são os restos do Dilúvio. 

A pergunta é: De onde é que veio toda essa água ? Qual foi a causa de um dilúvio catastrófico varrendo o planeta nos dias de Noé? De acordo com o Bíblia, Noé teve de construir um grande barco para ele, sua família, e um par de cada tipo de criatura para sobreviver ao dilúvio. 

Há algumas hipóteses visando explicar o evento bíblico. Alguns pesquisadores dizem que um asteróide ou cometa pode ter atingido o planeta, causando um colossal tsunami. Outros afirmam que os rios congelados  com o aumento das temperaturas descongelaram, com o resultado, o nível do mar subiu catastroficamente. 

Outros pesquisadores apontam o dilúvio, com um súbito deslocamento do eixo da Terra, o deslocamento  teria desencadeado uma enorme massa de água e inundou todo o planeta. 

Até recentemente não havia qualquer evidência científica sólida para apoiar várias teorias relativas às origens do Dilúvio. A situação mudou em fevereiro, após relatos de uma sensacional descoberta feita por pesquisadores dos EUA. Segundo seu estudo, a água que inundou o planeta saiu das profundezas da Terra. Os pesquisadores descobriram  imensos reservatórios de água abaixo da superfície da Terra. 

Dois oceanos subterrâneos 

Planeta Terra é constantemente monitorado por sismógrafos, os instrumentos de medição e registro das vibrações de terremotos. As vibrações registradas em diferentes partes do planeta capacitam os pesquisadores a obter dados valiosos sobre a dispersão de ondas de choque na crosta terrestre e  superfície. 

O Professor de Sismologia Michael Wysession da George Washington University de Saint Louis e Jesse Lawrence, com pós-graduação na Universidade da Califórnia em San Diego, uniram forças para realizar uma investigação aprofundada. Seu trabalho envolveu a análise de 600 mil sismogramas. Os resultados realmente fizeram eles suspirarem de espanto:  Havia provas de que pelo menos duas grandes massas de água foram localizadas embaixo da Eurásia e América do Norte. 

"As características específicas de atenuação das ondas sísmicas longitudinais indicam claramente a presença de água. Essas características são pertinentes a água ", disse o professor Wysession.
Os pesquisadores também desenvolveram um modelo 3-D da área com base em dados de sondagens. Eles estão confiantes de que os oceanos subterrâneos contêm tanta água como a Oceano Ártico . 
A água está localizada a uma profundidade que varia de 1,200 km para 1.400 km. 

O acadêmico Eric Galimov Vernadsky diretor do Instituto de Geoquímica e Química Analítica de Moscou, com base na chamada teoria Wysession é "bastante credível." É digno de nota que os investigadores britânicos da Universidade de Manchester afirmaram ter descoberto  água do mar abaixo da superfície da Terra cerca de sessenta anos atrás.
Os britânicos encontraram vestígios de água, enquanto a análise de dióxido de carbono jorrando de uma profundidade de cerca de 1.500 km. A comunidade científica ignorou a descoberta, apesar da publicação na revista Nature

Como a água subterrânea aparece

Ainda não está claro como a água surgiu no interior da Terra. Talvez tenha existido desde o início. Muitos pesquisadores sugerem que a água subterrânea vem até a superfície periodicamente. Da mesma forma, a água escoa para o oceano. Cientificamente falando, o tamanho da hidrosfera da Terra está sujeita a alterações. As alterações são provavelmente causados pelos movimentos da crosta terrestre. 

Aliás, há buracos estranhos descobertos no fundo do oceano. A água quente até 400 graus Celsius que saem em fluxos dos buracos, que foram apelidados de "black smokers". Talvez a água dos oceanos subterrâneos estejam  fluindo através dos furos.
É possível que as comportas podem ter sido criadas em tempos pré-históricos. Consequentemente, milhões de toneladas de água salgada quente e vapor começaram a estourar. O nível do mar ao redor do globo subiu dramaticamente. A água e vapor condensado e caiu . A chuva durou 40 dias. Todos os casos acima resultaram em um evento que mais tarde foi descrito como o Dilúvio. Eventualmente, a água era sugada de volta para as profundezas do planeta. 

Os resultados divulgados pelos pesquisadores americanos indicam que um evento catastrófico pode acontecer novamente, pelo menos do ponto de vista teórico. Prof Wysession enfatiza que as áreas localizadas sob águas dos oceanos também. Ele se refere especificamente às partes do manto que não foram pesquisados ainda. Prof Wysession acredita que há água em abundância lá embaixo. Segundo suas estimativas, a quantidade de água pode ser cinco vezes maior que o de todos os oceanos na superfície da Terra. 

Komsomolskaya Pravda 
Traduzido por Grachev Guerman
Fonte:Pravda.ru

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo