sábado, 20 de novembro de 2010

Caça pousa em navio civil - Para quem não sabe..

Na noite de 6 de junho de 1983, a tripulação do comercial espanhol Alraigo  viram um caça da Marinha Real em suas cabeças e espetacularmente pousando no convés do seu navio. O piloto, prestes a ficar sem combustível, feito uma desesperada manobra encima do navio A cena durou apenas 30 segundos e entrou para a história como o primeiro pouso de um caça militar em um navio civil no mar. Poucas horas depois, a aeronave seria transferida para Tenerife e retidos pela tripulação durante vários dias. Esta é a história do evento que quase desencadeou um conflito diplomático :

Era 11 horas da segunda-feira o cargueiro canário Alraigo cerca de 120 milhas náuticas a sudoeste de Porto (Portugal). No céu, o piloto Ian Watson, estava circulando na área sob o comando do FRS1/FA2-ZA176 Sea Harrier em vôo de reconhecimento. Watson havia decolado do porta-aviões HMS Illustrious e após vários minutos no ar  e descobriu que o equipamento de navegação ou de rádio,não funcionava ele não tinha maneira de encontrar o caminho de volta. Depois de tentar localizar visualmente o porta-aviões e seu combustivel já estava no fim., Watson  viu a silhueta do navio Alraigo nas águas do Atlântico e não hesitou em realizar um pouso vertical no único objeto flutuando em milhas. 
Os marinheiros do Alraigo não podiam acreditar no que aconteceu. Watson descobriu que tudo estava em ordem e foram apresentados à equipe. No entanto, o capitão, que tinha de cumprir os seus horários, mandou todos tomarem seus lugares que  continuaria indo para Tenerife, onde teria que entregar sua carga.
Nos próximos minutos, a notícia de que um dos seus combatentes estava em um cargueiro civil chegou ao Ilustre HMS que começou a enviar sinais de radio com a intenção de desviar Alraigo para Portugal. Mas o capitão não estava disposto a ir. Poucas horas depois chegou a notícia aos meios de comunicação e a tensão foi crescendo a cada minuto.
Três dias depois, ao meio-dia de quinta-feira 09 de junho, o Alraigo entrou no porto de Tenerife, na presença de centenas de espectadores, com um avião de caça em sua carga Nos próximos dias, o governo britânico começou os esforços para recuperar os equipamentos (no valor de 1.500 milhões de pesetas) e prometeu recompensar a equipe do Alraigo pelos riscos enfrentados . Na verdade, embora a manobra foi considerada heróica, era um perigo real para os homens de Alraigo: um excesso de peso na capa poderia ter alterado os centros de gravidade e fazer o navio afundar, para não mencionar os danos que poderiam ter causado o calor dos motores.


Finalmente, o Governador Civil de Santa Cruz de Tenerife ordenou a aterrissagem do avião sob a ameaça de uso da força. Em 15 de junho, às 15:10 horas, uma empresa de guindaste puxou o avião e colocou sobre o convés do navio britânico.

Segundo alguns meios de comunicação, como El Pais A tripulação iria receber cerca de 3,6 milhões de pesetas, como uma recompensa pelo resgate, uma bela recompensa para uma das experiências mais surreais que já viveram no mar.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo