segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Prosseguem relatos e avistamentos em comunidades do Pará

Muitos moradores relembram o final dos anos 70 e demonstram preocupação. No entanto, não há casos registrados de ataques
Um dos desenhos coloridos dos UFOs, na época da Operação Prato. Crédito: Arquivo UFO
Por Diário do Pará

"Existem mais coisas no céu e na Terra, Horácio, que a tua filosofia jamais sonhou". A frase, presente na peça original Hamlet, obra atribuída ao escritor inglês William Shakespeare, é repetida - erradamente, é verdade -, há séculos pelo mundo. Mas é usada eventualmente quando fenômenos inexplicáveis e intrigantes são presenciados por alguém ou, em alguns casos, por várias pessoas.

Desde a noite de 25 de outubro passado, a frase dita pelo príncipe dinamarquês Hamlet ao amigo Horácio exemplifica muito bem a experiência vivida por moradores de três comunidades de Santo Antonio do Tauá. Naquela noite, dezenas de pessoas das comunidades de Vila dos Remédios, Santa Rita e Tracuateua da Ponta foram acordadas com a aparição de dois objetos voadores não identificados. O avistamento das supostas naves causou medo e perplexidade entre as testemunhas.

O acontecimento suscitou as lembranças de outro fenômeno ocorrido entre os anos de 1977 e 1978, na região dos municípios de Colares, Vigia, e na Baía do Sol, em Mosqueiro, no sul do Estado do Maranhão e no próprio município de Santo Antonio do Tauá. O fenômeno ufológico popularmente conhecido como Chupa-Chupa se tornou um dos fatos mais espantosos para a Ufologia Mundial.

Fatos da época fizeram com que a própria Força Aérea Brasileira e o 1º Comando Aéreo Regional (1º Comar) desencadeasse a Operação Prato [Veja edições UFO 114, 115, 116 e 117, como também os documentos oficias da OP, prontos para baixar em http://www.ufo.com.br/documentos/]. Somente 20 anos depois, alguns detalhes dessa operação foram revelados em uma entrevista dada pelo seu comandante, o capitão Uyrangê Hollanda.

Até hoje, passados mais de 30 anos, a Aeronáutica não liberou uma parte das informações do relatório feito pelo capitão Hollanda e sua equipe. O material é composto por relatos das vítimas, fotos e filmes em 8mm coletados pelos militares durante o período.

Medo e TVs fora do Ar

A população das três comunidades de Santo Antonio do Tauá teme que os fatos relacionados ao Chupa-Chupa possam voltar. O medo predomina. Os sentimentos são de surpresa ou fascínio para quem presenciou a aparição dos UFOs. Há receio de serem vítimas de chacotas ou tratados como “caboclos ignorantes”, em razão de muita gente acreditar que se tratava de aviões que sobrevoaram as localidades.

Mas, para Maria Lúcia Luz da Conceição, de 52 anos, o que ela viu “jamais poderia ser um avião. Eu conheço um avião”, diz. Ela conta que, por volta das 22h30 do dia 25 de outubro, estava dormindo quando foi acordada por um zumbido estranho. “Meu marido entrou no quarto e eu fiquei com muito medo. Minhas pernas não mexiam e, quando consegui me levantar, acabei me batendo. Fui até a janela e vi aquela luz quase em cima de casa. Disse: ‘Meu Deus! Esse avião vai cair’. Mas não era avião. Ia bem devagarzinho com aquela luz forte, depois foi para cima das árvores. Não podia ser um avião”, enfatiza.

Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo