quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Telescópio acha berçário de estrelas

Astrônomos descobrem uma grande região de formação estelar que libera energia infravermelha equivalente às emissões de uma galáxia inteira.

O berçário é fruto da colisão de duas galáxias espirais, localizadas a 500 milhões de anos-luz da Terra. Ele produz cerca de 100 estrelas novas ao ano.

A fusão das duas galáxias, um conjunto chamado II Zw 096, disparou a formação estelar, porém o evento foi mascarado pela poeira galáctica. Ela deixa as estrelas quase invisíveis em outros comprimentos de onda e só foi detectada graças ao Telescópio Espacial Spitzer. 
 
A região surpreendeu os astrônomos por não estar localizada no centro da colisão, mas sim na borda. A área é a mais luminosa já vista longe do núcleo de fusão de galáxias. Ela se estende por apenas 700 anos-luz, enquanto toda a II Zw 096 possui entre 50 mil e 60 mil anos luz. No entanto, o berçário estelar é responsável por 80% das emissões infravermelhas do corpo.

As descobertas mostram que a fusão de galáxias pode despertar a formação de estrelas longe dos centros de colisão, nos quais, normalmente, a poeira e os gases (ingredientes necessários para a formação de estrelas) se acumulam.

Além disso, observar essa galáxia pode dar uma ideia do futuro da própria Via Láctea. Em cerca de 4,5 bilhões de anos, espera-se que ela também se funda com a galáxia vizinha mais próxima, a Andrômeda.

INFO Online

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo