quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

As pedras viajantes do Vale da Morte

A área do Death Valley, na Califórnia, é o lugar mais extremo dos EUA, Com temperaturas máximas de cerca de 50 graus C e uma queda mínima abaixo de zero.

Racetrack Playa é um lago seco na parte norte das Montanhas Panamint Parque Nacional do Vale da Morte. É famosa por um fenômeno curioso e surpreendente: as pedras encontradas lá, misteriosamente, ficam passeando na sua superfície.
 
Existem algumas explicações tão diversas como credível para este fenômeno raro. Os mais antigos dizem que são espíritos indígenas, movendo as pedras indicando um mal presságio. Outros atribuem o movimento aos extraterrestres, e lá é dito ser algum malandro que as move durante a noite. Mais de uma centena de anos atrás quando  os garimpeiros e exploradores observaram pela primeira vez este fenómeno, Atribuiram-no ao campo magnético da Terra. Obviamente, é errado, mas a essa altura o campo magnético era mais parecido com poder paranormal. Hoje tudo o que é estranho e dito como paranormal.
 
 
O primeiro estudo sério foi em 1948, e foi realizado pelos geólogos Jim McAllister e Allen Agnew. Eles foram os únicos que descartaram completamente  que o movimento era apenas pela gravidade.
 
 
Muitas vezes se diz popularmente que as pedras são movidas pelo vento. Mas as pedras pesam mais de 300kg. Então seria necessário incríveis ventos  com cerca de 300 km / h para serem movidas, e isso não acontece.

Em 1955 George M. Stanley publicou uma teoria que, embora não muito conhecida, até meados dos anos noventa, explica satisfatoriamente o movimento errático das rochas. A explicação é de gelo.
O cenário é o seguinte: Depois de uma tempestade água congela em uma placa fina em que as pedras estão presas.Como lençóis de gelo, elas começam a derreter, "flutuam" sobre um filme aquoso, que lubrifica o contato com o barro,  e a força do vento, move as rochas.
 
 
É uma explicação plausível. A posição de Racetrack  Deixa um túnel de vento bela praia no canto sudoeste da área. Se o vento empurra as rochas, suas trajetórias deve corresponder ao sentido dos ventos predominantes, bem revela o  estudo. Em meados dos anos noventa, um pesquisador e sua equipe de Geologia deram esta teoria, com base na monitorização GPS de que várias pedras, realmente mudaram depois de algumas tempestades.

No estudo das trajetórias das pedras foi encontrada uma figura que se encaixa perfeitamente com a explicação: parece haver qualquer correlação entre o tamanho e o peso da pedra, ou a composição, o comprimento da pista que deixa. Seria de esperar que as pedras mais leves deixassem traços mais longos, ou mais irregular, mas não é. Isto porque o que se move é a camada de gelo que esta"encrustado nas pedras e rochas de maneira  individual.
O fenômeno das pedras que andam do Death Valley não é único, tem sido observado em outras planicíes  do mundo, embora o mais conhecido seja o de Racetrack.

Fontes: 1, 2, 3, 4, 5, 6
 
 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo