quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Brasil: Todo cuidado é pouco

por Milton Lourenço (*) 

A diplomacia brasileira precisa estar atenta para a campanha que vem sendo feita, nos últimos tempos, pelos países ricos no sentido de exigir das nações emergentes - leia-se Brasil, China e Índia - maiores concessões para que possam reduzir os déficits que acumularam. Como se sabe, tanto EUA como a maioria dos países da União Europeia estão comprometidos por imensas dívidas, tanto do governo quanto do setor privado, como resultado de seus próprios erros de política econômica.

Ninguém que advoga o pensamento liberal pode ser contra a abertura do mercado nacional, mas isso tem hora certa para ocorrer. E não pode ser feito só porque o mundo rico passa hoje por dificuldades e precisa desovar sua produção para diminuir seus déficits comerciais e reduzir os níveis do desemprego em seus territórios. Por isso, não faz sentido hoje, diante das circunstâncias, o Brasil reduzir suas tarifas de importação como reivindicam as nações desenvolvidas. Até porque a valorização do real neutralizou ou anulou a proteção que as tarifas asseguravam.

Além disso, se não sofreu solavancos desastrosos em função da crise financeira global eclodida há pouco mais de dois anos, o Brasil não vive uma situação tão confortável assim que lhe permita fazer sacrifícios ou correr maiores riscos para ajudar os países ricos a saírem de suas dificuldades.

Na verdade, os problemas brasileiros não são poucos, ainda que a propaganda oficial tenha se empenhado em mostrar o País como uma ilha de prosperidade em meio a um mundo em convulsão. Basta ver que o Brasil, antes da crise global, acumulava um superávit de US$ 46 bilhões e, hoje, esse valor caiu para US$ 14,5 bilhões. Tudo em função de políticas fiscais e de câmbio de outras nações que acabaram por provocar a valorização do real.

Com a valorização da moeda, as importações dispararam a ponto de o País hoje enfrentar a ameaça de desindustrialização. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), no setor industrial, o superávit de 2006 de US$ 14 bilhões virou em 2010 um déficit de US$ 35,3 bilhões. A sorte é que, também em função da conjuntura externa, as exportações agrícolas passaram de US$ 32 bilhões em 2006 para US$ 50 bilhões em 2010, como resultado da elevação dos preços das commodities. Foi o que permitiu ao País manter o equilíbrio em suas contas externas.

Sem contar que, a rigor, o Brasil já deu uma contribuição significativa para ajudar os EUA a sair do buraco. O País em 2006 exibia no setor industrial um superávit de US$ 7 bilhões em relação aos EUA, que se transformou em déficit de US$ 9 bilhões em 2010. Segundo dados do MDIC, as exportações industriais para os EUA caíram 40%, enquanto as importações cresceram 51%. É isto que precisa ser mostrado, sem que seja necessário criar qualquer contencioso com aquele país.

Além disso, o Brasil precisa estar preparado para um cenário menos favorável no plano internacional, principalmente se os EUA, acossados pelo baixo crescimento, partirem para a adoção de uma política mais dura, como sobretaxar os produtos chineses, o que em contrapartida poderia provocar retaliações protecionistas por parte da China, numa escalada sem precedentes que afetaria todo o comércio global. Portanto, nos dias de hoje, todo cuidado é pouco.
____________________________


(*) Milton Lourenço é presidente da Fiorde Logística Internacional e diretor do Sindicato dos Comissários de Despachos, Agentes de Cargas e Logística do Estado de São Paulo (Sindicomis) e da Associação Nacional dos Comissários de Despachos, Agentes de Cargas e Logística (ACTC).

E-mail: fiorde@fiorde.com.br Site: www.fiorde.com.br




 fonte: pravda.ru

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo