quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A Aeronáutica argentina em contato com o Fenômeno UFO

CEFAC aprovada e prestes a iniciar suas atividades
Por Jorge Nahum/Diario Dia a Dia - Tradução e adaptação: Paulo Poian 

clique para ampliar
Imagem ilustrativa, captada em Minas Gerais, de duas aeronaves convencionais no mesmo quadro. Crédito: Radaraereo

O radar detectou um objeto de tamanho considerável em vôo sustentado desde o Rio Gallegos e rumando para o Norte. Por meio do aparelho não se pôde determinar sua origem, mas avançava sem deter-se. Houve inquietude, no entanto, a decisão foi rápida e contundente. Dois aviões Mirage decolaram da base em Tandil para interceptá-lo e descobrirm que se tratava de um balão para investigações meteorológicas, lançado na Austrália e que apareceu em espaço aéreo argentino.

Este relato corresponde às palavras do comodoro Jorge Tealdi, encarregado de imprensa da Força Aérea Argentina (FAA) que, ao final de 2010, decidiu criar uma comissão para pesquisar fenômenos celestes que sulcam os céus do país. O episódio que recordou se deu há vários anos, mas serve para exemplificar os objetivos desta nova equipe. Havia algo estranho no ar - um objeto desconhecido - e através de uma ação concreta foi possível ser estabelecido de que se tratava.

"A principal missão da Força Aérea é custodiar o espaço aéreo argentino e admitimos que em nosso céu há casos de objetos ou fenômenos que não podem ser explicados. Não significa que se tratem necessariamente de naves extraterrestres, mas pode ser dito que são objetos voadores não identificados", explicou Tealdi, cordobês nascido em Morteros, ao noticiário Dia a Dia.

A nova comissão já conta com a autorização do Ministério da Defesa, funcionará no Edifício Condor e se denominará Comissão de Estudos de Fenômenos Aeroespaciais ou Celestes (CEFAC). Seus integrantes ainda não foram designados, mas incluirá especialistas em diversas disciplinas como meteorólogos, controladores aéreos, pilotos e profissionais em radares. Também convocarão a colaboradores, por exemplo ufólogos, todos sob as ordens de pessoal militar.

"É a primeira vez que a nossa Aeronáutica dá um passo assim. A partir das mensagens das pessoas sobre avistamentos, vamos criar uma estatística oficial para formar um mapa e saber onde temos que estar atentos. A idéia é que a página oficial da Força Aérea tenha um link com os reportes e fotos que possamos receber, como também notícias sobre as investigações", detalhou Tealdi.

Já que a intenção é receptar toda informação possível, esclareceu que "não é a mesma coisa o depoimento de um grupo de garotos e o de um piloto adestrado e voando com instrumentos". E completou: "Digo com todo respeito, porque sabemos que a expectativa é grande. Muitas pessoas nos fazem chegar suas inquietudes, fotos, vídeos e querem despejar dúvidas de imediato. Não estamos em condições de dar respostas rápidas, mas sim, podemos dizer que a decisão de pesquisar está tomada".

Segurança aérea

Em junho do ano passado...
 
 
 
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo