quinta-feira, 24 de março de 2011

Chegou a hora de acertar os relógios na Itália

Roma - Faltam poucos dias para o fim do horário de verão. Na madrugada de sábado (26) para domingo (27) o relógio deve ser adiantado em uma hora na Itália, retornando assim para a hora legal. Em troca de uma hora de sono 'roubado', os italianos serão presenteados como uma hora a mais de luz. 
 

NEUROLOGISTA FALA DO RISCO DE INSÔNIA -  Com a troca de horário, semelhante a um pequeno jet-lag, o nosso corpo pode reagir com insônia, cansaço e irritabilidade, advertem os especialistas, mas estes sintomas tendem desaparecer em dois ou três dias.

Como retomar o mais rapidamente possível os padrões de sono? O fato, explica o neurologista e especialista em medicina do sono Gioacchino Mennuni, do Complexo integrado Columbus-Universidade Católica de Roma, é que ''a hora de luz a mais atrasa a fase de adormecimento, ligada à produção de melatonina favorecida justamente pela escuridão'', que justifica o risco de insônia.

Para compensar, o especialista sugere acordar no mesmo horário pela manhã para não interromper a regularidade do ciclo sono-vigília. O que também ajuda muito é não exagerar com a comida e bebidas alcoólicas à noite.

Estes conselhos devem ser seguidos nos primeiros dias após o retorno à hora legal, para facilitar a 'reprogramação' do relógio interno do corpo, afirma Mennuni, acrescentando que em dois ou três dias tudo deve retornar ao normal. "Este é o tempo que o corpo leva para se adaptar à mudança de horário, salvo doenças".

MEDIDA REPRESENTA ECONOMIA DE ENERGIA - Recuperar uma hora de luz durante o dia significa que, em sete meses (quando retornar o novo período do horário de verão), haverá uma forte economia de energia, equivalente a 643 milhões de quilowatts-hora (dados de 2009) e em termos econômicos a € 93 milhões.

São muitos os defensores do horário legal. Mantê-lo, segundo estudo recente publicado no British Medical Journal, beneficiaria o corpo.

Vários estudos comprovam os efeitos positivos de desfrutar de uma hora a mais de claridade diurna: na primavera e no verão a maior disponibilidade de luz está ligada ao bom humor, que diminui no inverno às vezes de forma patológica para quem sofre de transtornos sazonais de humor.

Outra pesquisa indica que a luz reforçaria a inteligência. Ela foi publicada na revista Environmental Health e se baseia em dados de satélite da Nasa sobre a exposição à luz solar e a medição das funções cognitivas de um grupo de voluntários. Diante disso, na Inglaterra se apresentou ao governo um projeto para abolir o horário solar.

COMO SURGIU O HORÁRIO DE VERÃO? - É preciso voltar ao século XVIII para chegar em sua origem. A primeira teorização foi feita por Benjamin Franklin, que identificou na adoção por convenção de um horário distinto que 'persegue' o Sol, e portanto a luz, uma forma de economizar energia.

Em 1916 a Câmara dos Comuns inglesa deu o sinal verde ao British Summer Time, que implicava adiantar em uma hora os ponteiros do relógio no verão.

Na Itália, o horário legal ocorreu pela primeira vez em 1916. A sua adoção definitiva, após algumas interrupções, remonta a 1966, coincidindo com a crise energética.
 
www.ansa.it/www.italianos.it

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo