terça-feira, 22 de março de 2011

METI: um protocolo para os contatos extraterrestres

Além das novas diretrizes do Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI), estabelecidas em 30 de setembro, agora surgem mais novidades
Por AOL - Tradução e adaptação: Paulo Poian 
Crédito: Pulsarmedia
 Hoje em dia existem numerosos projetos que tratam de encontrar vida extraterrestre, seja por meio da análise de sinais eletromagnéticos capturados em diferentes radiotelescópios ou enviando mensagens de diferentes naturezas ao espaço com a esperança de que algum deles seja respondido.





Os criadores do Messaging to Extraterrestrial Intelligence [Mensagem para Inteligência Extraterrestre, METI, estudado também pelo consultor da Revista UFO Alexander Zaitsev] examinaram todos esses tipos de mensagens e concluíram que eram demasiadamente complexos, críticos e não podiam ser entendidos de fora, então elaboraram um novo protocolo que propõe revisar a forma na qual podemos ter uma comunicação exitosa com alguém além da Terra [Veja Sociedade científica mantém debate sobre extraterrestres e Cientistas estão organizando protocolo para contatos extraterrestres] e sugerem um sistema mais singelo que antes das emissões eletromagnéticas, que antes possam ser compreensíveis para todos os humanos.

De acordo com a investigação publicada em fevereiro por um reconhecido trio de astrofísicos provenientes dos Estados Unidos e França - Dimitra Atri, Julia DeMarines e Jacob Haqq-Misra - o novo protocolo poderia ser utilizado como base para o intercâmbio de mensagens com possíveis civilizações extraterrestres. O METI tem em conta diversos fatores, como a forma em que se codifica o sinal que contém a mensagem, a longitude do mesmo e o mais importante: seu conteúdo.

Para transmiti-las está programado usar duas longitudes principais, a de 1.42 GHz e de 4.46 GHz, que correspondem às emissões eletromagnéticas naturais. Assim, a de 1.42 GHz corresponde a freqüência natural de ressonância do hidrogênio. O projeto prevê instalar um "farol" que transmite o radiosinal com certos intervalos.

"Sabemos muito pouco sobre a natureza das civilizações extraterrestres. Se existem, é provável que possamos incrementar a probabilidade de nos comunicar corretamente com eles se utilizamos uma mensagem que o destinatário possa entender", disseram os autores do trabalho.

Como forma averiguar se a METI pode ser compreensível para as civilizações extraterrestres, os autores vão organizar uma prova a nível mundial com representantes de diferentes nacionalidades, culturas e religiões. Através de uma página de Internet, os participantes do experimento vão trocar mensagens em METI e o sistema, analisando as notificações sobre as decodificações exitosas, e desenharão uma mensagem "supercompreensível" para os ETs.

A primeira mensagem que a humanidade enviou a possíveis civilizações alienígenas foi transmitida em 16 de novembro de 1974, pelo radiotelescópio maior do mundo, de 300 metros de diâmetro, situado em Arecibo, Porto Rico [Mensagem de Arecibo]. Era um sinal de três minutos, enviada para um grupo de estrelas que está a 24.000 anos-luz de distância.

Leia também:

Novas diretrizes para o contato extraterrestre foram estabelecidas pelo SETI

Alexander Zaitsev: O Paradoxo de SETI
 
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo