sexta-feira, 8 de julho de 2011

NASA despede-se de relíquias do programa espacial

Por Reuters/Terra 
Peças de museu
 O Space Shuttle Columbia, pioneiro entre os ônibus espaciais. Crédito: Lookpictures/NASA
Quando os Estados Unidos iniciaram seu programa de ônibus espaciais há décadas, o país decidiu construir um veículo que faria das viagens espaciais uma rotina e superaria os soviéticos no esforço para dominar o espaço durante a Guerra Fria. A aeronave resultante tinha 2,5 milhões de componentes e era nove vezes mais rápida que uma bala ao zarpar em direção ao céu. Foi a primeira aeronave reutilizável, capaz de deslizar de volta para a Terra e pousar como um avião.

"Naquele momento, era uma coisa de ponta", disse o historiador chefe da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), Bill Barry. "Era vista como um importante passo à frente". Outras naves espaciais tripuladas não voltaram para casa. Elas eram mísseis balísticos que caíam no mar ou usavam hélices e pára-quedas para retornar à Terra.

O programa dedicado a ônibus espaciais será encerrado no mês que vem após três décadas e 135 viagens, quando a Atlantis retornar de uma missão em 08 de julho. A NASA está entregando seus ônibus espaciais a museus pois eles são muito antigos e caros para continuar voando. A agência espacial pretende desenhar e construir algo novo e com um alcance maior.

Para entender as relíquias que são os ônibus espaciais, considere: quando o primeiro deles, o Columbia, fez seu primeiro vôo em abril de 1981, a música ainda era vendida em fitas cassete, não havia endereços "pontocom" e os EUA não tinham um serviço comercial para celulares. O design das aeronaves é um produto dos anos de 1970.

O presidente Richard Nixon assinou a autorização para o programa de ônibus espaciais em 1972, meros 15 anos após a então União Soviética lançar o primeiro satélite feito pelo homem, o Sputnik, com o tamanho de uma bola de praia, que marcou a aurora da era espacial. "Ficarei muito triste quando o último vôo acabar", disse Barry. "Eu amo o programa e lamento vê-lo acabar, mas acho que é tempo de deixá-lo ir".

Cinco ônibus espaciais foram construídos, terminando com a Endeavour em 1992.

 
agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo