segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A Força Aérea Argentina e Fabio Zerpa

Por Fabio Zerpa - Tradução e adaptação: Paulo Poian 
Pioneiro da Ufologia Mundial fala de suas perspectivas para a pesquisa militar do Fenômeno UFO
Fábio Zerpa durante o III Congresso Internacional de Pesquisadores de OVNIs realizado em março na cidade de Santa Rosa, capital da província de La Pampa (Argentina) com a edição da UFO em que saiu sua entrevista. Crédito: A. J. Gevaerd/Arquivo UFO






Diante de tantas requisições midiáticas querendo saber minha opinião sobre a recentemente formada Comissão de Investigação de Fenômenos Aeroespaciais (CIFA) pela Força Aérea Argentina (FAA) [Veja Apresentada comissão oficial para estudo do Fenômeno UFO na Argentina] e se eu fazia parte dela ou não, penso que devo esclarecer definitivamente meu critério frente a tamanha avalanche jornalística gráfica, radial, televisiva e "internetiana", nacional e internacional, com reportagens em redes como CNN, Univision e Televisão Oficial Russa.

O jornalista José Montero do diário Muito, pertencente ao Grupo Clarin, me fez perguntas concretas sobre o tema e respondi conforme transcrito abaixo:

Qual é sua opinião sobre a decisão da Força Aérea de criar uma comissão investigadora de Fenômenos Aeroespaciais? Parece muito boa, conforme o que está ocorrendo no mundo inteiro com as desclassificações (liberações) de documentos secretos governamentais da presença extraterrestre no planeta. Um grande exemplo é nosso vizinho, Brasil, de grande abertura desde 1958 em sua declaração oficial, e que segue ainda à vanguarda dessa iniciativa, como demonstrou o grande pesquisador brasileiro Ademar José Gevaerd [Editor da Revista UFO] no recente Congresso Internacional de La Pampa (Argentina). Esperamos que os governantes argentinos estejam conformes a estes tempos.

Que expectativas tem sobre essa comissão? De paciência e espera. Porque vivi na década de 60 a tentativa de desclassificar arquivos secretos, nomeando tanto na Marinha de Guerra como na Força Aérea Argentina, chefes de departamentos ufológicos. Mas, como sempre, passados poucos anos, servidores públicos posteriores apagaram toda a atuação - que foi imensa -, com uma declaração oficial incluída. Eu estive pessoalmente trabalhando com meus amigos, o capitão de fragata Omar Roque Pagani, que por sua vez era engenheiro civil, e o brigadeiro Eduardo J. Palma, mas agora tenho paciência e esperança. Felizmente, hoje, são outros tempos sociais e culturais, para que eu tenha esta ação pessoal...

 
Leia matéria completa


Agradecimentos a:


Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo