quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Resquícios de DNA alienígena em meteoritos - a panspermia saindo da simples teoria

Por Rafael Garcia/Folha.com 
Aparentemente, pode estar iniciando-se uma nova fase na exobiologia
Foram cinco as moléculas que chamaram a atenção dos estudiosos. Crédito: gipiletti
Um estudo sobre a origem dos componentes básicos do DNA e do RNA, as moléculas que são a base genética dos seres vivos, revelou que eles podem ter chegado à Terra dentro de rochas espaciais. 



A descoberta, anunciada na semana passada pela Agência Espacial Norte-Americana (NASA) e pela Instituição Carnegie de Washington, foi a conclusão de uma pesquisa que analisou 12 meteoritos encontrados na Antártida e na Austrália.

Dentro deles foram encontrados sete tipos diferentes de bases nitrogenadas, blocos moleculares do mesmo tipo daqueles que formam o DNA. Duas dessas substâncias são idênticas àquelas encontradas no maquinário genético de seres vivos, a adenina e a guanina (o A e o G das letras que representam a seqüência do DNA). Foram as outras cinco moléculas achadas, porém, que despertaram o interesse dos cientistas.

Encontrar adenina e guanina em meteoritos não é tão difícil. Mas ainda não existia prova de que vêm mesmo de carona nessas rochas que caem do espaço. Como a vida terrestre hoje sintetiza bases nitrogenadas em abundância, é possível que nosso planeta tenha "contaminado" os meteoritos assim que tocaram o chão. As outras cinco moléculas encontradas pela nova pesquisa, porém, são de tipos "raros", que não existem dentro de seres vivos, e estavam em concentração relativamente grande.

"Isso nos deu confiança de que estávamos olhando para o produto de uma reação química ocorrida na formação dos meteoritos, e não para o resultado de contaminação terrestre", disse à Folha o geoquímico Michael Callahan, do Centro Goddard de Vôos Espaciais da NASA, na periferia de Washington, onde as análises foram feitas.

Descrição inédita

"Eu procurei na literatura científica a ocorrência dessas moléculas em minerais terrestres comuns, e elas não apareceram", contou Callahan. "Uma das moléculas, uma diaminopurina, é capaz de inibir a transcrição [transmissão de informação] do DNA. Se você interrompe a transcrição, você barra a produção de proteínas e impede a ocorrência de vida. Então, seria contraintuitivo achar essa moléculas numa estrutura biológica", completou...

 
 
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

1 Comentário:

mengão2010 disse...

Muito interessante essa materia falando sobre o dna de como temos e herdamos os genes dos nossos familiares é muito legal mesmo falando como são formadas nossas moleculas eu ja estudei biologia e entendo desses assuntos e claro adorei seu blog viu parabens se puder me visite mais vezes espero seu comentario la nos meus blogs
e se quiser pode clicar em todas as minhas banners

acesse

espero que goste

http://juniorcis.blogspot.com
http://junior-juniorcis.blogspot.com

grato

junior

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo