quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Afinal, o que os UFOs fazem por aqui?

Por Eloir dos Santos 
Qual a explicação mais plausível para a presença maciça desses objetos desde sempre perante a história da Terra?
Sem dúvida, tem de haver um grande motivo para estarmos sendo observados por seres alienígenas, mesmo que não seja o esperado. Ilustração de arte. Crédito: wbrz





Até bem pouco tempo atrás, quando alguém afirmava que existem outros mundos habitados, planetas com seres vivos e, possivelmente, abrigando civilizações até muito mais adiantadas do que a nossa, logo algum ou vários indivíduos insurgiam-se afirmando, no tom de donos da verdade, que não poderia haver tal local no cosmos - um planeta que reunisse as condições do nosso a ponto de gerar a vida abundante, muito menos evoluída e, principalmente, em sociedade.

Assim, negavam a existência de vida em outros orbes. Isso, como parece óbvio, devia provir de pessoas ainda encabrestadas por intransigentes conceitos, notadamente os teológicos, que admitiam que o nosso mundo é o único paraíso celeste criado. Com o tempo, esses sujeitos cansaram-se de suas mesmices e, com exceção de uns poucos rebeldes, quase não se vê mais essa tagarelice, agora pouco apoiada pela própria população, que já não suporta mais a idéia de uma solidão cósmica.

Também há pouco tempo, e mesmo em nossos dias, alguns indivíduos passaram a afirmar que, se no nosso Sistema Solar muito provavelmente não existe vida evoluída, sob mesmo nível intelectual e social, os UFOs e seus tripulantes não poderiam estar vindo de outros sistemas estelares devido à distância gigantesca que existe entre a Terra e demais astros, mesmo os mais próximos. Essas pessoas deveriam contar isso aos próprios ufonautas, porque eles estão vindo de lá, de outras estrelas, sem saberem disso! Estão viajando entre galáxias sem terem conhecimento que alguns cientistas da Terra determinaram que tal ação é "impossível".

No início da chamada Era Moderna dos Discos Voadores, iniciada em 1947, algumas mentes que se aventuravam a afirmar que tinham visto um disco voador, ou UFO de modo genérico, eram tachadas de lunáticas, visionárias e coisas assim. Hoje, passados mais de 60 anos, a questão inverteu-se. Agora, quem nega veementemente a presença dos UFOs em nosso mundo é quem corre o risco de ser ridicularizado, ou ao menos sofrer com o estigma de parecer pouco informado e esclarecido. É claro que ninguém é obrigado a acreditar em discos voadores. Entretanto, os que deles duvidam devem ter boas razões para negá-los, pois do contrário estarão se portando como simplistas, já que os UFOs estão sendo vistos e confirmados por testemunhas das mais diversas áreas, desde simples habitantes rurais ou povos indígenas, até militares e grandes autoridades mundiais, incluindo farta documentação.

Presença constante que instiga

Por outro lado, os governos de diversos países, alguns deles dos mais importantes do mundo, mantiveram por longo tempo órgãos oficiais de pesquisa e estudo do Fenômeno UFO. Portanto, negá-los, pura e simplesmente, é mostrar-se prepotente e...
 
 


Agradecimentos a: 
 

Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira 
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo