sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Os 50 anos do primeiro voo espacial orbital norte-americano

Por Europa Press - Tradução: Paulo Poian 
Eram os passos iniciais de uma corrida interminável rumo ao cosmos
Glenn posando para fotos na cápsula da Friendship 7. Crédito: Wikimedia Commons/NASA archives
No dia 20 de fevereiro de 1962, um foguete Atlas decolou com sucesso levando a bordo o astronauta John Glenn e a resposta dos Estados Unidos à meta soviética de Yuri Gagarin
 
Friendship 7 [Amizade 7], a primeira missão orbital tripulada da Agência Espacial Norte-Americana (NASA) conduziu os estadunidenses a ganharem a corrida para pisar na Lua sete anos mais tarde.

O projeto Mercury foi a resposta da NASA perante a liderança, naquele momento, da União Soviética, que enfrentava os EUA durante a Guerra Fria, e que tinha colocado em órbita Gagarin meses antes em meio ao estupor norte-americano e ocidental.

Durante o programa Mercury, os engenheiros viram-se pressionados pelos desafios que implicavam a construção de uma nave segura que permitisse a um astronauta chegar até a órbita terrestre sem ser destruída pelas enormes velocidades que isso envolvia. Outra fonte de preocupações era as situações extremas próprias do ambiente espacial: o vazio, as bruscas flutuações de temperatura e a recém descoberta radiação do espaço.

De uma equipe inicial de astronautas formado por sete pilotos militares de provas, a NASA elegeu John Glenn para o primeiro voo orbital. Após completar três órbitas com duração de quatro horas, 55 minutos e 23 segundos, Glenn foi recebido como um herói nacional, e recebeu um desfile ao estilo do qual teve Charles Lindbergh 35 anos antes, quando cruzou pela primeira vez num avião o Oceano Atlântico.

Em 1998, Glenn realizou seu segundo voo espacial, na missão STS-95, a bordo do transbordador espacial Discovery para estudar os efeitos do voo espacial nos idosos. Aos 77 anos, Glenn era a pessoa de maior idade que tinha ido ao espaço. O próprio astronauta ofereceu-se como "coelhinho da Índia" para a investigação.

14 anos depois, com 91 anos, Glenn está disposto a participar ativamente nas efemérides do primeiro voo espacial orbital dos EUA. Junto ao seu colega Scott Carpenter, que protagonizou a missão espacial seguinte, participará nesta sexta-feira em um ato oficial no centro espacial da Flórida, com conferência de imprensa incluída. Na segunda-feira, dia 20, falará com a tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS).

 


 Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Coordenação Portal da Ufologia Brasileira www.ufo.com.br
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo