terça-feira, 28 de setembro de 2010

A ciência moderna não aceita a Levitação

Os deuses da mitologia oriental tinham uma característica distintiva - eles podiam voar. Mas o comum dos mortais, embora muito poucos, também possuem a arte única. Por exemplo, os brâmanes indianos, yogis, santos eremitas, mágicos e faquires são mestre na arte da levitação.

Os Vedas indianos (traduz como o conhecimento do sânscrito) contêm orientações práticas para levitação. No entanto, o mais antigo sânscrito palavras e conceitos perderam seus significados e conceitos ao longo dos anos, o que torna impossível traduzir o antigo texto de valor inestimável para as línguas modernas.
Quanto aos levitadores antigos, poderiam elevar-se até 90 centímetros acima do solo. Eles faziam isso porque a posição com os pés acima do solo era mais confortável para eles em termos de seus rituais religiosos. Eles nunca levitavam para assustar alguém. 

Em tempos antigos a levitação era praticada na Índia e no Tibete. textos budistas dizem que em 527 dC  fundador do Budismo Zen hindu , Bodhidharma, visitou o Mosteiro de Shaolin tibetano e ensinou aos monges  controlar a energia do corpo, que é uma condição obrigatória para a levitação.O próprio Buda praticou levitação também, assim como o seu mentor Sammat que podia permanecer no ar por horas. 

Atualmente, indianos e tibetanos ainda praticam levitação. A maioria dos pesquisadores orientais descreveram o fenômeno do vôo em suas obras. Por exemplo, o explorador britânico Alexandra David-Neel viu com seus próprios olhos um monge budista, sentado imóvel na posição de lótus, voar dezenas de metros, tocando o chão e levantando novamente como uma bola que salta para cima e para baixo após um arremesso. 

Levitação era conhecido há muito tempo não só no Oriente, mas também na Europa medieval. Além disso,  levitadores Europeus também possuiam sua característica peculiar. Ao contrário dos brâmanes, iogues e lamas, nenhum deles teve que dominar a arte da levitação. Eles podiam voar acima da terra em êxtase religioso, sem estar consciente disso. 

Santa Teresa, uma freira carmelita, é um dos primeiro levitadores  documentado oficialmente. 230 padres católicos testemunharam seu vôo. Ela descreveu seu dom incomum (como ela dizia), em sua autobiografia datada de 1565.
"Levitação vem como um golpe, súbita e acentuada", ela escreve ", e antes de recolher os seus pensamentos e vir a seus sentidos, você se sente levado por uma nuvem e de uma grande águia  ... Eu estava ciente de mim pairando no ar ... E devo dizer que quando a levitação acabava, eu sentia uma leveza incomum em meu corpo . " 

O mais conhecido "homem voador" é José Desa (1603-1663), chamado São José de Cupertino, na sua aldeia natal no sul da Itália. Ele tinha sido extraordinariamente piedoso desde a sua infância e torturava si mesmo para alcançar o êxtase religioso. Depois que ele entrou para a Ordem de São Francisco, começou a levitar em estado de êxtase. Ocorreu uma vez na frente do chefe da Igreja Católica. José chegou a Roma e foi lhe concedido uma audiência com o Papa Urbano VIII. Quando ele viu que  estava tão exaltado que começou a levitar até ao chefe da Ordem de São Francisco . 

Os cientistas da época observaram suas levitações mais de uma centena de vezes e deixaram provas oficiais de suas pesquisas. Eles pediram-lhe para sair de Assis e ir para um remoto mosteiro em 1653. Depois, ele continuou sua jornada que se deslocava de um mosteiro para outro. Finalmente, José foi transferido para o mosteiro em Osimo, onde adoeceu gravemente, no verão de 1663 e morreu no mesmo ano em setembro. Foi canonizado em quatro anos. 

De acordo com registros da igreja, havia cerca de 300 pessoas que exerciam a arte de levitação em frente dos olhos dos fiéis. Sarovsky Serafim e João, um arcebispo de Novgorod e Pskov, pertencem a levitadores russo. Em Moscou crônicas falam de Basílio, que foi conduzido por um poder desconhecido sobre o rio Moskva na frente de centenas de pessoas. 

O levitador mais proeminentes do século 19 foi Daniel Douglas Hewm. O editor de um jornal americano descreveu seu primeiro vôo conhecido como segue: "Hewm de repente começou a descolar do chão, que veio como uma surpresa para todas as pessoas ao seu redor. Peguei sua mão e viu suas pernas. Ele estava levantando um pé fora do chão. Foi uma grande variedade de confusão de sentimentos - medo alternativo e arrebatamento feito terremoto e ele parecia sem palavras naquele momento. Algum tempo depois, ele desceu e, em seguida, novamente. Pela terceira vez, ele atingiu o teto e tocou com as mãos e os pés. "
Mais tarde Hewm aprendeu a levitar a sua vontade. Por quarenta anos, ele mostrou seu dom para milhares de espectadores, entre os quais havia pessoas tão famosas como William M. Thackeray, Mark Twain, Napoleão III, políticos conhecidos, médicos e cientistas. Ele nunca foi acusado de malandragem. 

Daniel Douglas Hewm  ele não era apenas um a confundir os cientistas. Em 1934, Maurice Wilson da Inglaterra, que adotou abordagem iogues e treinado levitação durante anos, resolveu subir em grandes saltos e alcançar o Everest. No ano seguinte seu corpo congelado foi encontrado nas montanhas. Ele quase chegou ao topo do mundo.
Atualmente, as pessoas que adotaram abordagem iogues "para levitação tem mais sucesso. O estado de levitação pode ser alcançada através da meditação transcendental desenvolvida por Maharishi Mahesh Yogi. Sua meta era a perfeição humana, a consciência libertadora e perceber todas as possibilidades do corpo humano. 

Em 1971, o novo Messias fundou a sua universidade em Fairfield, Iowa. Posteriormente, eles fundaram o centro europeu de investigação na Suíça e centros de treinamento na Alemanha, Inglaterra, Índia e outros países. Especialistas foram convidados  - físicos, conhecedores da filosofia  matemáticos, médicos, engenheiros e psicólogos, unidos pelo objetivo de fazer o homem feliz. Uma das tarefas da meditação transcendental foi o de ensinar as pessoas a levitação.
Apesar de numerosos casos de levitação é pensado ser um milagre ou de um fenómeno misterioso contradição com princípios científicos. Julgamentos sobre a natureza física da levitação são bastante contraditórios também. Alguns pesquisadores consideram que a levitação é o resultado do campo biogravitacional que é criado pela energia mental especial irradiada pelo cérebro humano. Doutor em Ciências Biológicas, Alexander Dubrov, apóia esta hipótese. Ele ressalta que um levitador cria deliberadamente o campo bio-gravitacional, é por isso que ele é capaz de controlá-lo e mudar a direção de seu vôo. 

Até recentemente, muitos cientistas respeitáveis  tem criticado duramente a levitação . Agora eles têm de reconsiderar sua posição. Em março de 1991, a revista Nature publicou uma foto sensacional: o diretor do Laboratório de Pesquisa Supercondutividade em Tóquio estava sentado no prato de material supercondutor cerâmico. Havia um espaço de ar entre ele eo chão. O peso total do diretor eo prato era de 120 kg, o que não o impediu de levitar. 

Posteriormente, este fenômeno foi apelidado como o efeito Meissner. É a expulsão de um campo magnético de um supercondutor. Walther Meissner e Robert Ochsenfeld descobriram o fenômeno em 1933 através da medição da distribuição do fluxo externo de amostras de estanho e chumbo, que foram resfriados abaixo de sua temperatura de transição, na presença de um campo magnético. 

Traduzido por Bulygina Julia
Pravda.ru
Fonte:pravda.ru/

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo