quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Copa de 2014 deverá consolidar Minas como o Estado da inovação

O presidente do Núcleo Gestor das Copas do Governo de Minas, Tadeu Barreto, acompanhado do presidente do Comitê Executivo Municipal, Tiago Lacerda, apresentou sexta-feira (8) durante a 6ª edição da Inovatec - Feira de Inovação Tecnológica de Minas Gerais, o projeto de Minas para a Copa 2014.

“O Brasil é mais do que o país do futebol e do carnaval. A Copa do Mundo é a oportunidade para apresentar para o mundo o nosso potencial, a nossa capacidade de inovar em diversas áreas. Será também uma ótima chance para que nós, mineiros, mostremos para o mundo que somos o estado da inovação, sobretudo em relação à eficiência, à qualidade, à pesquisa, à gestão pública”, afirmou Tadeu Barreto.

Para ele, um dos exemplos de inovação é o projeto de modernização do Novo Mineirão. O Governo de Minas Gerais lançou um edital de gestão administrativa com o objetivo de atrair a iniciativa privada para a terceira fase de obras e gestão do estádio. “Por meio desse modelo, o Estado mantém sua capacidade de endividamento e pode destinar os recursos públicos, sempre escassos em função das enormes demandas sociais, por exemplo, para projetos nas áreas de saúde, segurança, educação”, destacou Barreto.

De acordo com o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Alberto Portugal, a Inovatec elegeu em 2010 dois temas centrais: a energia limpa e a Copa 2014. Para Portugal, o mundial de futebol vai impor grandes desafios para pesquisadores, institutos e empresas e deverá unir as duas temáticas: a busca de uma Copa do Mundo sustentável. Segundo o secretário, essa poderá ser uma das grandes contribuições do mundial de futebol da Fifa no Brasil.

Estratégia integrada

O Governo de Minas e a Prefeitura de Belo Horizonte decidiram por uma apresentação em conjunto do Projeto Copa 2014. A decisão é resultado do modelo de governança do projeto em Minas Gerais. Governo do Estado e Prefeitura trabalham de forma integrada, na busca da aplicação racional de recursos e de resultados que se transformem em benefícios permanentes para a sociedade.

A apresentação abordou temas como o significado da Copa do Mundo Fifa, a organização de Minas Gerais e de Belo Horizonte, o projeto arquitetônico do Novo Mineirão, o Programa de Proteção à Marca da Fifa, iniciativas e projetos de mobilidade urbana, os desafios e projetos nas áreas de hotelaria e eventos, além dos desafios e oportunidades e resultados esperados com a realização da Copa 2014.

Durante a palestra, Barreto frisou a importância que o evento Copa do Mundo Fifa terá para o país e principalmente para Minas Gerais. De acordo com estudo feito pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) da UFMG, a expectativa é de que o Produto Interno Bruto (PIB), especialmente em Belo Horizonte, tenha aumento de 1% por ano até 2014, crescimento acima do esperado para o país que é de 0,69%. “Mas esses são números preliminares. A partir do ano que vem certamente teremos um detalhamento de dados em relação a cada segmento da economia”, destacou Barreto.
jornalvarginhahoje

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo