quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Novas diretrizes para o contato extraterrestre foram estabelecidas pelo SETI

Possíveis detecções de sinais alienígenas deverão ser notificados à imprensa e sociedade não especializada. Crédito: SETI Institute

Por Marco Barraza - Tradução e adaptação: Paulo Poian 


Princípios mais saudáveis e modus operandi público são as grandes conquistas para as comunidades científicas e ufológicas
 
Na última conferência da Royal Society na cidade de Praga (Rep. Tcheca) em 30 de setembro, a International Academy of Astronautics [Academia Internacional de Astronáutica, IAA], junto ao Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI) Permanent Study Group [Grupo Permanente de Estudos da Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI)] criaram novas diretrizes sobre como os terráqueos deveriam manejar o contato oficial com seres extraterrestres.

A notícia veio através de Jill Tarter, atual diretora do Centro para a Investigação SETI na Califórnia e participante da conferência de astrobiologia organizada por José Gabriel Funes e o Vaticano em novembro de 2009 (clique aqui para ver em inglês), pessoa na qual se inspirou a personagem de Jodie Foster no filme de 1997 Contato - baseado no livro homônimo de Cal Sagan. A questão é como deverá responder a comunidade científica frente a um contato alienígena confirmado, sob os seguintes preceitos:

O que devemos responder? Quando responder? Quem vai falar pela Terra e por nós?

A política atual consensuada e conceituada é que deverá ser o secretário-geral da Organização da Nações Unidas (ONU) quem nos represente e aqui é onde poderia, de fato, entrar o papel da Dra Mazlan Othman - recentemente envolta em boatos de que estaria designada como representante da ONU para assuntos de contato extraterrestre, rumor desmentido oficialmente.

Neste vaivém de trotes e fofocas, fumaças deixam seus rastros direcionados do organograma da poderosa ONU e realmente pode haver fogo ali, mesmo com grande ressalva no meio ufológico. O ufólogo Nick Pope teria confirmado ao pesquisador Marco Barraza que este teria sido o ponto principal da discussão da Royal Society, o que certamente dará muito o que falar. O documento assinado pelo Grupo de Estudos SETI em Praga, no dia 30 de setembro passado, pode ser acessado no original em inglês, clicando-se aqui.

Abaixo, a tradução do conteúdo, na íntegra:

Declaração de Princípios sobre a Conduta da Busca por Inteligência Extraterrestre

Preâmbulo

As partes da presente declaração são indivíduos e instituições que participam na pesquisa científica pela Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI).

O objetivo deste documento é declarar o nosso compromisso para realizar esta busca de uma forma cientificamente válida, transparente e estabelecer procedimentos uniformes para o anúncio de uma detecção SETI confirmada.

Este compromisso é feito em reconhecimento das profundas implicações científicas, sociais, éticas, jurídicas, filosóficas e outras de uma detecção SETI. Como esta empresa goza de amplo interesse público, mas gera incertezas sobre como as informações coletadas durante a pesquisa serão tratadas, os signatários voluntariamente construíram esta Declaração. Ela, juntamente com uma lista atualizada das partes signatárias, serão colocadas no arquivo da International Academy of Astronautics (IAA).

Princípios

1. Busca: Os experimentos SETI serão conduzidos de forma transparente, e seus praticantes serão livres de apresentar relatórios sobre as atividades e os resultados nas instâncias públicas e profissionais. Eles também serão sensíveis às organizações noticiosas e outros meios de comunicação pública sobre o seu trabalho.

2. Manipulação de provas: Em caso de suspeita de detecção de inteligência extraterrestre, o descobridor fará todos os esforços para verificar a detecção, usando os recursos disponíveis para o descobridor e com a colaboração de outros pesquisadores, ou não signatários da presente Declaração. Tais esforços incluem, mas não se limitam, às observações em mais de uma instalação e/ou por mais de uma organização. Não há nenhuma obrigação de divulgar os esforços de verificação, enquanto eles estão em andamento, e não deve haver nenhuma divulgação prematura, pendente de verificação. Perguntas da mídia e organizações de notícias deveriam ser respondidas prontamente e com sinceridade.

Informações sobre os sinais candidatos ou outras detecções devem ser tratados da mesma forma que qualquer cientista trataria resultados laboratoriais provisórios. A Escala de Rio, ou seu equivalente, deve ser usada como um guia para a importância e o significado das descobertas de candidatos para o benefício do público não especializado.

3. Detecções Confirmadas: Se o processo de verificação confirma - pelo consenso dos pesquisadores envolvidos e um grau de certeza julgados pelos descobridores de ser credível - que um sinal ou outra evidência é devido a uma inteligência extraterrestre, o descobridor deve nos apresentar esta conclusão numa forma plena, completa e aberta ao público, à comunidade científica, e ao secretário-geral das Nações Unidas. O relatório de confirmação irá incluir os dados básicos, o processo e os resultados dos esforços de verificação, as conclusões, intepretações e qualquer conteúdo de informação do sinal detectado em si. Um relatório formal também será feito à União Astronômica Internacional (IAU).

4. Todos os dados necessários para a confirmação da detecção devem ser disponibilizados à comunidade científica internacional através de publicações, reuniões, conferências e outros meios adequados.

5. A descoberta deve ser monitorada. Qualquer conteúdo de dados sobre as provas de inteligência extraterrestre devem ser registrados e armazenados de forma permanente, na medida do possível e praticável, de uma forma que vai torná-lo disponível aos observadores e à comunidade científica, para posterior análise e interpretação.

6. Se a prova de detecção é em forma de sinais eletromagnéticos, o observador deve procurar um acordo internacional para proteger as freqüências apropriadas, exercendo os procedimentos extraordinários estabelecidos no World Administrative Radio Council of the International Telecommunication Union [Conselho Mundial de Radiocomunicações da União Internacional de Telecomunicações].

7. Pós Detecção: A pós-detecção de um Grupo de Trabalho, sob os auspícios da SETI IAA Permanente de Estudos, foi criado para ajudar em questões que possam surgir em caso de um sinal de confirmação, e para apoiar a análise científica e pública por oferecer orientação, interpretação e discussão de todas as implicações da detecção.

8. Resposta a sinais: No caso de confirmada a detecção de um sinal, os signatários desta declaração não responderão sem orientação e procura de um primeiro consentimento de um organismo amplamente representativo internacional, tal como as Nações Unidas.

Aprovada por unanimidade pela SETI Permanente de Estudos da Academia Internacional de Astronáutica, em sua reunião anual em Praga, República Tcheca, em 30 de setembro de 2010.

Estes protocolos são revistos e simplificados, destinados a substituir o anterior documento aprovado pela Academia Internacional de Astronáutica, em 1989.

Por outro lado e antes de terminar este insólito, nós deixamos alguns fatores mais para análise do leitor:

a. No final de novembro, deveremos saber se a iniciativa do parlamentar italiano Mario Borghezio tem acolhida na liberação de arquivos ufológicos em toda a Comunidade Européia.

b. O aumento significativo de avistamentos de UFOs na China e o risco que vão pressupondo para a aviação, segundo os próprios chineses.

c. A Conferência de Imprensa em Washington D.C., repercutindo mundialmente sem nenhuma palavra contrária das autoridades ou militares.

d. Gliese 581g, exoplaneta similar à Terra com pulso laser extraterrestre.

Os ingrediente são muitos. Qual será o resultado? Resta-nos aguardar, lendo sempre nas entrelinhas e atentos à movimentação dos bastidores políticos internacionais.
Assista a dois vídeos com declarações de Jill Tarter sobre o futuro do SETI, no Portal da Ufologia Brasileira



Agradecimentos a:
Paulo R. Poian. Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo