terça-feira, 5 de outubro de 2010

UFOs e ogivas nucleares: ecos da Conferência de Imprensa em Washington

Ressonância pós-evento chega aos países latinos. Ufólogos e estudiosos comentam sobre sua importância e efeitos
Movimentações nucleares sempre estiveram sob vigilância externa. Crédito: Masseffect Wikia

Por Yohanan D. Vargas - Tradução e adaptação: Paulo Poian 

A conferência de Robert Salas e Robert Hastings [Hasting é consultor da Revista UFO], junto às testemunhas de gabarito militar e perante a mídia mundial, no dia 27 de setembro, agora começa a repercutir também pelos países latinos, de forma massiva. O jornalista investigativo e igualmente consultor da UFO, Yohanan D. Vargas, entrevistou com exclusividade, a partir do México, alguns pesquisadores, sobre as opiniões pessoais dos mesmos sobre o evento e sua significância à Ufologia Mundial sob curto e médio prazos.

Para o jornalista mexicano e correspondente internacional da UFO, Jaime Maussán, esta conferência foi muito importante, já que "expôs abertamente que estas inteligências (extraterrestres) trataram de advertir do perigo que implica o uso de armas nucleares, desde quando se desenvolveu a Guerra Fria, praticamente quando se deram a maioria de avistamentos. A presença destes objetos foi uma demonstração de força para os Estados Unidos."

Assista a entrevista de Maussán para Vargas: http://www.ufo.com.br/noticias/ufos-e-ogivas-nucleares-ecos-da-conferencia-de-imprensa-em-washington

A respeitada ufóloga argentina, Andrea Pérez Simondini [Também consultora da Revista UFO], assegurou que "se abre uma porta de extremo impacto à sociedade por manter a expectativa da existência dos UFOs a partir das declarações destes militares. Os ufólogos devem afiançar o trabalho perante a iminente aceitação de uma realidade que sulca nossos céus e aterrissa em nossos campos."

O estudioso do tema na Itália, outro consultor da UFO, Piergiorgio Caria, mencionou que "desde os anos 50, no início do Caso Friendship (Amizade), sempre deu muito o que falar, já que eram os contatados com essa civilização quem asseguravam que devíamos ter cuidado com as armas nucleares e que eles, inclusive, tinham a capacidade de desativá-las em qualquer momento". Neste ponto, coincidiu com o ponto de vista do escritor peruano/estadounidense, Renato Longato. Longato disse que "aos contatados como Howard Menger e George Adamky, os aliens lhes fizeram a recomendação de que fôssemos responsáveis com essa tecnologia."

Assista a entrevista de Caria à Vargas: http://www.ufo.com.br/noticias/ufos-e-ogivas-nucleares-ecos-da-conferencia-de-imprensa-em-washington

Para o jornalista espanhol Rafael Palácios (Rafapal), "o inovador foi que a CNN transmitiu ao vivo esta conferência, para todo o mundo. Tudo parece estar preparado, parece que há um plano para realizar um contato e que esse plano esta tendo em conta a psicologia de massas para lhes fazer ver esta informação e enfrentar uma realidade", quiçá de que não estamos sozinhos no universo.

Assista a entrevista com Palácios: http://www.ufo.com.br/noticias/ufos-e-ogivas-nucleares-ecos-da-conferencia-de-imprensa-em-washington

O que deve ficar claro, é que os ex-militares enfatizaram que existe um ocultamento de informações há, no mínimo, 60 anos. Além disso, não houve nenhuma contra-argumentação crítica ou negação dos fatos por parte das Forças Armadas ou autoridade alguma até o momento. Veremos o que ocorrerá.
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo