quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Três mil toneladas de lixo nas ruas de Nápoles

Nápoles - As ruas de Nápoles, no sul da Itália, estão com cerca de três mil toneladas de resíduos acumulados ao ar livre, informou o assessor da Higiene Urbana da Prefeitura, Paolo Giacomelli.

"Com relação a ontem, conseguimos conter o aumento com a remoção de apenas 100 toneladas levadas para os aterros de Stir di Caivano, Giuliano, Tufinio e Battipaglia", localidades próximas à cidade, explicou Giacomelli.

"Hoje contamos com mais um recolhimento, com a esperança de reduzir de 200 a 300 toneladas a presença do lixo nas ruas, contando com os aterros de Stir di Giuliano e Tufino", afirmou o assessor.

Segundo Giacomelli, os dias de amanhã até sexta-feira "serão decisivos porque existe a possibilidade de recorrer à solidariedade manifestada por outras províncias" em receber os resíduos em seus aterros.

A prefeitura de Nápoles "continua aguardando que [o governo da] região intervenha com uma ordem própria sobre a questão para a remoção [do lixo], que seria levado para outras províncias", afirmou ele.

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, declarou durante uma cerimônia em Roma que, "se conseguir, hoje à tarde vou para Nápoles". A vista, porém, pode não acontecer por problemas de agenda.

"Não é possível que nós tenhamos arrumado tudo e depois a administração municipal deixe as coisas tomarem estes rumos. Existe de novo uma situação terrível", lamentou o premier.

Na noite de ontem, a tensão voltou a tomar conta das ruas de Boscoreale, cidade próxima a Nápoles, quando manifestantes agrediram o administrador municipal, Gennaro Langella, após uma reunião da prefeitura que discutia a questão do aterro sanitário de Terzigno, na localidade vizinha. Gioanni Paduano, de 47 anos, foi preso pela agressão.

Os manifestantes exigiam que o prefeito assinasse uma ordem que impedisse a passagem dos caminhões de lixo que iriam deixar os resíduos em Cava Sari, um aterro atualmente fechado com base em uma outra ordem adotada pelo prefeito de Terzigno, Domenico Auricchio. A assinatura do documento apoiando a medida foi realizada hoje.

No último mês, diversos protestos procuraram impedir a abertura de um novo aterro sanitário em Boscoreale.

Desde outubro, a situação do recolhimento do lixo se agravou em Nápoles e nas cidades vizinhas pela falta de locais apropriados para depositar os resíduos, que continuam se acumulando nas ruas. No fim do mês, o governo de Silvio Berlusconi interveio e prometeu uma solução. 

www.ansa.it/www.ansalatina

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo