terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Viagem ao Cosmódromo de Baikonur


Situado nas planícies solitárias do Cazaquistão, o Cosmódromo de Baikonur suporta ventos e temperaturas variando entre 40 graus Celsius e 45 º C na estação mais quente. Na área circundante, as gerações de dromedários tem contemplado durante anos  as naves indo e vindo das estrelas.

 
O Cosmódromo de Baikonur, é um dos locais de lançamento mais antigos do planeta, um lugar cuja simples menção evoca aos fãs alguns dos momentos mais emocionantes da história, como o lançamento do Sputnik e do vôo de Yuri Gagarin.
 
 
Hoje, após a queda da União Soviética, acumula em seu entorno todos os tipos de lixo, veículos abandonados, esqueletos de prédios e estradas devoradas por ervas daninhas. Além disso, a estepe é pontilhada com dezenas de módulos espaciais que cairam perto das aldeias, durante os anos da corrida espacial, o fotógrafo norueguês Jonas Bendiksen tem retratado em um fantástico relatório.
 
 
Alguns transportadores do tipo Buran concluídos antes do cancelamento do programa são de propriedade do Cazaquistão e permanecem abandonados no Cosmódromo de Baikonur. Em 2002, o hangar que abrigava o Buran, que só tinha completado um vôo orbital desmoronou por falta de manutenção, matando oito trabalhadores e destruiu completamente o veículo. O site English Russia publicou há algum tempo algumas fotos de outro ônibus espacial Buran abandonado em Baikonur. 
 
 
As dimensões do cosmódromo são verdadeiramente impressionantes. Atualmente tem nove lançadores de quinze rampas de lançamento e dez edifícios para trabalhos operacionais e de segurança. Ele também tem dois aeroportos, 1281 km de estradas, 6610 km de linhas de comunicação e 470 km de ferrovias.
 
 
Como você pode ver nas fotos, em muitos casos, as naves são movidos pelo trem, do hangar para a plataforma de lançamento.
 
 
Os soviéticos escolheram o nome de Baikonur, na década de 50 para enganar os americanos que acreditaram que o lugar ficava perto da cidade de Baikonur, uma cidade mineira 320 km a nordeste do centro espacial. 
 
 
Após a independência do Cazaquistão, a Rússia continuou a utilizar as instalações em regime de locação e assinou um acordo para continuar a fazê-lo até 2050. Aconteça o que acontecer até lá, o que aconteceu em Baikonur permanecerá na nossa memória para sempre.
 

Mais informações e fontes: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8



fonte: http://www.fogonazos.es/

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo