terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Descoberta de novo planeta alienígena confirmada

Promessa de muito mais pela frente. Imagem ilustrativa. Crédito: News Discovery
Por Estadão  

A missão da sonda Kepler, da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), detectou o menor planeta já descoberto fora do Sistema Solar. Chamado de Kepler 10-b, o exoplaneta é rochoso, mede 1,4 vez o tamanho da Terra, tem massa de 4,6 vezes a nossa e densidade média de 8,8 gramas por centímetro cúbico - similar à de um haltere de ferro. O achado baseia-se em oito meses de dados coletados pela sonda, entre maio de 2009 e janeiro de 2010.

"Todas as melhores ferramentas da Kepler convergiram para produzir a primeira evidência sólida de um planeta rochoso que orbita uma estrela diferente do Sol", disse Natalie Batalha, da equipe do Centro de Pesquisas Ames, órgão ligado à agência espacial e principal autora de um artigo sobre a descoberta publicado na revista científica Astrophysical Journal. "Em 2010, a equipe da sonda assumiu o compromisso de encontrar rastros de pequenos planetas em nossos dados, e agora começamos a obter os resultados", destacou.

O fotômetro ultrapreciso da Kepler mede a pequena diminuição no brilho de uma estrela quando um planeta passa na frente dela. O tamanho do orbe pode ser derivado dessas depressões periódicas no brilho. A distância entre o planeta e a estrela é calculada medindo o tempo entre essas sucessivas oscilações enquanto o primeiro orbita a segunda.

A Kepler é a primeira missão da NASA capaz de encontrar planetas do tamanho da Terra dentro ou perto da zona considerada habitável - região em um sistema planetário onde a água líquida pode existir na superfície. No entanto, uma vez que mantém uma órbita de 0,84 dia (o que significa que completa uma volta em torno de sua estrela principal, a Kepler 10, a cada 20 horas), o exoplaneta Kepler 10-b está mais do que 20 vezes mais próximo de sua estrela do que Mercúrio está do Sol, ou seja, fora da zona habitável.

A Kepler 10 é a primeira estrela identificada que poderia abrigar um planeta em trânsito de pequeno porte, o que a coloca no topo da lista de observações terrestres feitas pelo telescópio de 10 metros do Observatório W.M. Keck, no Havaí.

"A descoberta do Kepler 10-b é um marco significativo na busca por planetas semelhantes ao nosso", avaliou Douglas Hudgins, cientista do programa Kepler na sede da NASA, em Washington. "Embora o planeta não esteja na zona habitável, essa emocionante descoberta evidencia os tipos de achados possíveis graças à missão da sonda e comprova a promessa de muito mais ainda por vir", afirmou.
 
Agradecimentos a:
Paulo R. Poian.
Consultor da Revista UFO Brasil

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo