domingo, 6 de fevereiro de 2011

A disputa do carvão

Foi talvez com a intenção de esclarecer a atitude italiana por um exemplo que a advertisse sobre as conseqüências de qualquer real hostilidade que a Grã-Bretanha, no fim de fevereiro, sufocou os fornecimentos de carvão alemão. A ocasião era a da suspensão das negociações comerciais anglo-italianas. A Grã-Bretanha, acreditava-se, tinha oferecido suprir a Itália de certas matérias-primas industriais em troca de armas e munições. A Itália esquivou-se a fornecer armas à inimiga da Alemanha e ofereceu pagar com produtos tais como frutas e téxteis. (Foi notado, entretanto, que os fornecimentos de armas italianas à França continuavam sem interrupção; e a 6 de março um novo acordo comercial foi firmado entre os dois países). Pelos meados de fevereiro, as negociações com a Inglaterra foram suspensas; após mais algumas escaramuças, foi anunciado que todos os carregamentos de carvão da Alemanha para a Itália seriam interceptados a contar da meia noite de 1o de março.

Essa ordem feriu a Itália num ponto particularmente sensível. Ela importava cerca de doze milhões de toneladas de carvão por ano, e, destas, sete milhões vinham da Grande Alemanha. Normalmente, dez milhões chegavam por mar; e, embora parte desse carvão pudesse ser transportada por terra, calculava-se que as super-ocupadas estradas de ferro alemães possivelmente não poderiam transportar mais que cinco milhões de toneladas. Se a Itália quisesse obter o combustível tão vital às suas indústrias, tinha que entrar em acordo com os aliados.

A Grã-Bretanha já tinha demonstrado o desejo de lidar brandamente com a Itália ao permitir que o carvão alemão continuasse a fazer parte das exportações da Alemanha mesmo depois da interdição de dezembro. Parece que a Itália estava incerta sobre se a nova medida iria realmente ser reforçada e se decidiu a tirar uma prova disso com o desafiar da ordem britânica. Treze transportes italianos de carvão que deixaram os portos alemães ao começo de março foram prontamente capturados pela frota britânica. Com uma falta de carvão já existente e os preços a subirem rapidamente, a Itália, apesar de protestos irados, decidiu-se a procurar um acordo. A Grã-Bretanha, por sua vez, estava pronta a aceitar uma transigência, particularmente em vista da projetada visita de Ribbentrop a Roma. A 9 de março ficou decidido o reinício das negociações comerciais, tendo a Grã-Bretanha desistido de insistir sobre os armamentos, mas obtido uma promessa de fornecimento de materiais como caminhões e motores para avião, e a Itália prometido não importar mais carvão alemão por mar. Para assinalar a lição, a nota britânica de 20 de março, em resposta aos anteriores protestos italianos, afirmou que os navios italianos, bem como os de outros países neutros, tinham sofrido as conseqüências do completo desrespeito alemão às leia de guerra, assegurando a intenção de, no futuro, usar todas as armas legais contra o Reich.

Esse acordo chegou justamente no momento em que a Alemanha estava empenhada em novos esforços para arrastar sua parceira do Eixo a uma cooperação mais eficiente. Sua ansiedade em torno das possíveis complicações que poderiam resultar da guerra finlandesa desvanecera-se agora com a perspectiva da paz entre a Rússia e a Finlândia. Seu desejo de melhorar e consolidar a posição na Europa sul-oriental podia agora prosseguir com mais vigor e liberdade. A possibilidade de que a derrota da Finlândia fosse considerada como um revés dos aliados, capaz de ferir o seu prestígio nos Estados balcânicos, era uma razão adicional para tirar vantagem desse momento particular. E a Itália, cuja cooperação era essencial numa empresa de tal espécie poderia, impelida pelo ressentimento ficado da disputa do carvão com a Grã-Bretanha, oferecer auxílio à Alemanha.
 
 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo