terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

As Américas e a Guerra

Arquivo/google
As repúblicas americanas, contemplando através do oceano as condições dos países neutros da Europa, tinham certa razão de se sentirem gratas à enorme distância que as separava da cena do conflito. Era um conflito cujo desenrolar deveria ter efeito importante sobre seus interesses e cujo resultado poderia ser de vital significado para o seu destino. Mas ao menos não estavam expostas a pressões imediatas como as sofridas pelos pequenos Estados da Europa. Nenhum dos principais beligerantes olhava com olhos calculadores para as suas fronteiras. A perspectiva de alastramento da guerra não ameaçava envolvê-las a qualquer momento em hostilidades de que elas desejavam permanecer alheias. Algumas poderiam acabar por participar do conflito, como fizeram na Grande Guerra; mas essa decisão seria tomada por sua livre vontade à luz das circunstâncias, e não forçada por uma pressão contra a qual seria vã qualquer resistência.


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo