quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

A Matemática no regime nazista

Uma das características mais importantes do nazismo foi a manipulação, baseado em propaganda e educação, a ideologia dos cidadãos. Desde pequenos, os alemães foram ensinados a se tornar verdadeiros nazistas. idéias do partido Nacional foram impregnados em suas mentes jovens de maneiras inimagináveis.

Meios de comunicação  como o  rádio  a imprensa tornou-se um simples método de doutrinação política das massas. Mas acima de tudo, os principais objetivos dos nazistas eram o de moldar as crianças à sua imagem.
Como eram os jovens, que continuariam com o Reich no futuro. Havia todo tipo de maneiras de fazer isso: Através de histórias para crianças através da música, adaptando a história para o ideal nazista ... No entanto, eles também usavam formas raras de doutrinação. O melhor exemplo de quão longe  poderia chegar. O governo estava fazendo o uso da matemática como uma forma de "educação política". E, curiosamente, os ministros da educação nazista não deixavam qualquer frente aberta e aproveitavam todas as oportunidades para divulgar suas idéias (na verdade, houve um ministério dedicado especialmente a isso "Educação Popular e propaganda").

Como é possível explorar a matemática como uma arma ideológica? É sabido que as escolas nazistas educavam politicamente as crianças para que elas não ficassem contra Hitler, os assuntos como história ou filosofia, eram facilmente manipulados, mas ... Era realmente possível utilizar também a matemática? Com que objetivo?

Sim, os ministros da educação fizeram com grande habilidade. Nada melhor do que ver um exemplo da época:


"Um tolo custa a cada dia 4 marcos, um  inválido 5'5 , um criminoso 3,5 marcos. Em muitos casos, um funcionário encarregado não mais de 4 marcos, um empregado 3'6 marcos, uma aprendiz  2 marcos. Calcule quanto  custa anualmente os 300 mil tolos e epilépticos, da Alemanha.
Quanto ganharia o estado se esses indivíduos fossem eliminados? Quantos empréstimos de 1000 marcos poderia ser concedido as famílias, se nós poupassemos este  dinheiro? "


A mensagem por trás desse problema de matemática é clara: Plantando uma semente de ódio contra tudo "e todos " na Alemanha nazista. Desta forma, foi possível que os jovens ficassem indignados com o  elevado custo para manter os doentes mentais e os desempregados, e ao mesmo tempo, pensassem que eliminando-os, esse dinheiro poderia ser gasto em finalidades que iriam beneficiá-los, como o fornecimento de empréstimos a jovens casais. É natural que com tais argumentos, os meninos começassem a desenvolver um ódio de seus governantes.


Olhando para a dificuldade deste exercício, observamos que provavelmente foi resolvido em classes de crianças de tenra idade. E então eles começam a incutir na cultura de discriminação.

Aqui está outro problema de matemática que aparece nos livros nazistas

"Entre os três principais grupos raciais da Europa, foi detectado uma sequência de crescimento populacional entre 1900 e 1930:

- População teutônica: de 124 para 149 milhões.
- População latina: de 103 para 121 milhões.
- População eslava: De 166 a 226 milhões.

Supondo uma taxa constante de crescimento, calcule o crescimento destes três grupos em um período de dez anos. Qual é a percentagem da população dos três grupos em 1960, se mantiver esta tendência?
Quais são os riscos para a população alemã , se não houver mudança nessa tendência?"

É especialmente interessante esta última questão. Uma das características mais básicas do nazismo era a tentativa de que a "Raça ariana" se mantivesse pura e prevalecesse sobre todas as outras. Os nazistas consideravam um direito da raça ariana  impor-se ao resto e conquistar seus territórios.

Os judeus eram o inimigo absoluto da Alemanha, e foram considerados as principais causadores de seu declínio, mas também o odío a qualquer outra raça, Por exemplo, os eslavos, como se vê no problema.


O crescimento da população de outros grupos étnicos foi considerado uma ameaça. O pior de tudo é que as crianças chegavam por si mesmas  a essa conclusão após o exercício. Isto é, ninguém disse que "os judeus são maus", mas seus exercícios de matemática (manipulado, claro) que eles mesmo chegavam a conclusão .

Vejam um terceiro exemplo de problema de matemática:

"Para a construção de um hospital psiquiátrico precisam de 6 milhões de marcos Quantas casas residenciais, a 1.500 marcos de cada uma, poderiam ser construídas no lugar do hospital?

A resposta é 4000 casas residenciais. Mas o pano de fundo ideológico que está por trás de um problema tão simples é bem diferente da intenção de educar as crianças matematicamente. Novamente, os doentes mentais. Quem não era perfeito na raça deveria ser eliminado. Aqueles com problemas físicos (tais como deficientes ou deformados) para aqueles que simplesmente eram diferentes do ideal nazista (por exemplo, o homossexualismo também era considerado um transtorno mental e foi tratado como doença mental), todas eram um problema para Hitler e não faziam nada a não ser dar gastos  ao governo.

É bastante irônico que como uma ciência objetiva e fora da política como a matemática pode ser manipulada de forma tão vil por Hitler e seu governo, mas era. Durante anos, os livros cheios de problemas semelhantes foram usados para formar a juventude de Hitler nos ideais políticos do partido nazista.



A ciência nunca pode ser associada com uma determinada ideologia política.Mas os tiranos podem tirar partido de efeitos mais obscuros da educação, como aconteceu com os nazistas e a matemática.

Para terminar este artigo, deixe um pequeno texto que Adolf Hitler escreveu em seu livro "Mein Kampf"

"O ponto culminante do trabalho educativo do estado racista  consistirá em  infiltrar-se instintivamente e racionalmente, os corações e mentes da juventude que está comprometida, a noção e ao sentimento da raça. Nenhum adolescente, homem ou mulher, deve sair da escola antes de estar completamente convencido de que a pureza de sangue é necessária. "

NOTA: Este artigo participa da edição 2.1 do Matemática Carnaval Organizado pela Tito Eliatron.





Fontes

A educação como instrumento ideológico
Educação na Alemanha nazista
Algumas Lições da Escola nazista Livros de Matemática
1 ª imagem 

2 ª imagem
3 imagem



fonte: elbustodepalas

1 Comentário:

Nicolae Sofran disse...

O seu artigo parece que foi escrito por um judeu ou um comunista!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo