terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

UE diz que auxiliará Itália em êxodo de tunisianos

Roma e Bruxelas -  As autoridades da União Europeia (UE) confirmaram que farão "o seu melhor" para auxiliar a Itália na situação de emergência vivida pelo país com a migração massiva de tunisianos na ilha de Lampedusa, após as autoridades italianas demandarem a intervenção do bloco no caso.
A confirmação foi dada pela Hungria, que preside temporariamente a UE, segundo afirmou a porta-voz Gergely Polner, questionada pela ANSA sobre a posição do bloco frente ao pedido italiano de "uma convocação urgente" do Conselho Europeu para debater as migrações. Esta foi uma demanda apresentada pelo ministro do Interior da Itália, Roberto Maroni.

"Nosso ministro competente, Sándor Pintér [dos Assuntos Internos], entrará em contato hoje com as autoridades italianas para discutir como administrarão esta demanda", declarou Polner.

A declaração da porta-voz sucedeu um desentendimento entre Maroni e a comissária da União Europeia (UE) para os Assuntos Internos, Cecília Malmström. De acordo com a porta-voz da comissária, Michele Cercone, as autoridades italianas teriam negado o auxílio oferecido pela Comissão da UE após ser acusada de "lenta e burocrática", segundo a imprensa italiana.

Por sua vez, o ministro Maroni negou que tenha "recusado a oferta da Comissão Europeia para enfrentar a situação de emergência que desembarca da Tunísia", informou sua porta-voz, Isabella Votino.

Votino atestou que "Maroni e Malmström sentaram no último sábado e o ministro apresentou algumas demandas [de ajuda] que não eram novas". Entre as demandas está "a intervenção da Frontex -- agência encarregada de coordenar a proteção das fronteiras dos países-membro da União Europeia --, para controlar o Mediterrâneo, a administração dos centros para os imigrantes e a repatriação dos clandestinos, no respeito do princípio da 'fronteira compartilhada' em que estão todos os países da União frente aos refugiados e clandestinos", explicou a porta-voz do titular do Interior.

Na próxima quarta-feira, o Comitê dos Representantes Permanentes (Coreper) do bloco europeu se pronunciará sobre o pedido italiano de inserir o tema da gestão das fronteiras na agenda do Conselho de Justiça e Assuntos Internos no encontro dos próximos dias 24 e 25 de fevereiro. A comissária Malmström já se pronunciou favorável à inclusão.

A leva de migrações de tunisianos para a ilha italiana de Lampedusa, ao sul do país, se agravou hoje com a morte de cinco tunisianos que atravessavam o Mediterrâneo em dois pequenos barcos. Ambos navegavam com as luzes apagadas para não atrair a atenção da vigilância marítima e colidiram em alto mar.

As duas embarcações levariam os imigrantes a um outro barco, de porte maior, que atracaria na ilha meridional da Itália. Segundo testemunhas, os barcos que têm deixado a Tunísia estão levando uma centena de pessoas para a Sicília, entre eles muitas mulheres e adolescentes.

Apesar disso, o chanceler italiano, Franco Frattini, declarou hoje que "até agora, o mecanismo" de patrulha da costa do norte da África "funcionou" e que seu governo pretende "restaurar o mecanismo que até um mês atrás reduziu a zero a imigração ilegal". O ministro italiano das Relações Exteriores encontra-se em Tunis, capital da Tunísia, e se reuniu com o primeiro-ministro do país do Magreb, Mohammed Gannouchi, para debater o surto migratório.

O ministro italiano do Interior afirmou que o Magreb vive "um novo 1989" ao comparar a onda migratória iniciada nas últimas semanas da Tunísia para a Itália com as migrações que ocorreram à Europa ocidental após a queda do muro de Berlim. "Estamos em frente à queda do muro de Berlim, o Magreb, o novo 1989", analisou Maroni durante uma reunião sobre segurança em Varese.

Segundo o alto funcionário, "a Europa deve ter uma estratégia em nível dos chefes de Estado e de Governo", pois "não é apenas o problema da divergência sobre a imigração clandestina e dos fluxos, é um cenário novo que está se perfilando", argumentou.

www.ansa.it/www.italianos.it

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários Anônimos (as)
Comentar somente sobre o assunto
Não faça publicidade (Spam)
Respeitar as opiniões
Palavras de baixo calão nem pense
Comentários sem Perfil não será publicado
Quer Parceria não será por aqui.(Contato no Blog)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Link - me



Software do Dia: Completo e Grátis

Giveaway of the Day

Suas Férias

PageRank

  ©LAMBARITÁLIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo